Jornal do Brasil

Sábado, 25 de Outubro de 2014

Esportes

COL espera que legado dos gramados seja ampliado no Brasil

Portal Terra

A realidade é que daqui a uma semana a Copa do Mundo vai dar espaço à volta do Campeonato Brasileiro. E com o Brasileiro voltam os gramados esburacados e ralos de antes da Copa do Mundo. Não se depender do responsável pelo gramados do Comitê Organizador da Copa, Frederico Nantes.

“Esse é o grande momento para dar continuidade aos projetos nos gramados de todo o País. Cerca de 474 pessoas participaram dos nossos quatro seminários sobre o assunto no último ano. Gostaria que todos os clubes levassem adiante esse projeto para próprio benefício dos atletas. Mas não temos ingerências sobre o que vai fazer ser feito. O desejo é que o projeto siga em frente”, afirmou.

Nantes disse que o presidente do COL, José Maria Marín, que também é presidente da CBF, se mostrou interessado em levar o projeto adiante para os clubes que não foram beneficiados diretamente. No total além dos 12 estádios oficiais da Copa, o COL reformou e entregou 27 campos oficiais, 32 campos em centros de treinamento e um campo de treinamento de árbitros, no CFZ, que pertence ao ex-jogador Zico, no Rio de Janeiro.

Desse total, apenas quatro não foram utilizados durante a Copa por questão de logística. “Mas o que será feito pela CBF e os clubes daqui para a frente, não sei responder”, disse Nantes.

O COL vai deixar para cada estádio da Copa um manual de 140 páginas com estudos detalhados de manutenção dos gramados “padrão Fifa”. Isso tudo teve um custo de 1,2 milhões de Euros para que todo o trabalho não seja perdido. “Os clubes tem que saber que, no final, os jogadores é que vão ser beneficiados, porque teremos menos lesões, menos problemas”, disse, lembrando que outro legado para os estádios são as traves de 12 centímetros de diâmetro contra as traves de 10 centímetros de diâmetro fabricadas no Brasil.

Tags: comitê, estádios, internacional, legado, olimpico

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.