Jornal do Brasil

Segunda-feira, 1 de Setembro de 2014

Esportes

Relatórios médicos de Michael Schumacher são roubados

Agência ANSA

A porta-voz da família de Michael Schumacher, Sabine Kehm, informou hoje (23) que documentos médicos do ex-piloto foram roubados e estão sendo oferecidos aos veículos de imprensa "em troca de dinheiro".

A nota seguiu informando que "quem oferece esses dados sustenta que eles são de Michael". "Chamamos a atenção da mídia para lembrar do fato de que comprar esses dados e publicá-los é proibido. Os documentos provenientes de formulários médicos são altamente confidenciais e não podem ser publicados. Nós nos defenderemos em vias legais caso qualquer conteúdo seja publicado sobre o relatório clínico", disse a porta-voz e amiga da família.

"Não podemos julgar se esses documentos são autênticos, mas esse é o fato: os documentos foram roubados e o furto foi denunciado. As autoridades foram informadas", finalizou o comunicado.

Schumacher saiu do Hospital de Grenoble, onde estava internado desde o dia 29 de dezembro de 2013, no dia 16 de junho e desde então está em uma clínica hospitalar da cidade de Lausanne, na Suíça. Segundo informações da família, ele alterna "estados de consciência e inconsciência". 

Tags: ex-piloto, F1, Hospital, internação, ROUBO

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.