Jornal do Brasil

Segunda-feira, 22 de Setembro de 2014

Esportes

Em votação feita com papéis, Fifa dá duas vitórias a Blatter

Portal Terra

Em busca de seu quinto mandato como presidente da Fifa, Joseph Blatter conseguiu duas vitórias importantes nesta quarta-feira, em Congresso realizado em São Paulo. Membros de 209 associações do mundo inteiro votaram contra os limites de idade e mandato, que poderiam impedir a reeleição do suíço no ano que vem. Não foi um resultado surpreendente, mas veio com uma curiosidade: todos os dirigentes tiveram que votar em um sistema elaborado com papéis por causa de uma falha no sistema eletrônico.

O problema surgiu no começo do Congresso. O secretário-geral da Fifa, Jêróme Valcke, chegou a testar os aparelhos eletrônicos que iriam agilizar a votação, e deu tudo certo. Mas depois houve um grande ruído no local do evento e foi anunciado que o sistema não iria funcionar. Foram distribuídos papéis verdes, vermelhos e brancos para os dirigentes. "Quem concordar com as indicações, por favor, levante o cartão verde para aprovar; quem discordar, mostre o vermelho; e quem quiser se abster, use o branco. Por favor, permaneçam sentados", pediu ele.

Esse sistema funcionou facilmente nas primeiras votações, já que todas as medidas foram aprovadas por unanimidade. Mas a discussão sobre os limites de idade e mandato eram mais polêmicas e causaram lentidão na apuração do resultado.

A divergência era pequena. Antes, cinco dirigentes tinham pedido a palavra e subido no palco para defender o fim dessa discussão. Até Nelson Mandela, que se tornou presidente da África do Sul aos 75 anos, foi lembrado como argumento. Omari Selemani, que já tinha se destacado no Congresso por uma acusação de racismo, foi quem fez essa comparação. Os presidentes das associações de Cuba, Haiti, Sri Lanka e Paquistão também subiram no palco. Todos pareciam advogados de Blatter, pois defendiam a gestão dele abertamente.

Mesmo depois de tanta campanha, ainda houve quem aprovasse o limite de idade e principalmente o limite de mandatos. Essa ideia é apoiada principalmente por membros de federações europeias, que não querem que uma pessoa com mais de 72 anos (Blatter tem 78) fique por cinco mandatos no comando da Fifa. Mas eles não superaram o número de autoridades que levantaram os papéis vermelhos, barraram a proposta e, portanto, deram duas vitórias importantes para Blatter. As eleições da Fifa só vão acontecer em 2015, quando se encerrará o quarto mandato do suíço.

Tags: blatter, federação, futebol, internacional, Vitoria

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.