Jornal do Brasil

Sábado, 25 de Outubro de 2014

Esportes

Entrevista com Daniel Alves tem falha em tradução e termina em samba 

Lateral não respondeu à pergunta correta sobre uma possível parceria com Ibrahimovic

Portal Terra

A longa entrevista concedida por Daniel Alves na Granja Comary, nesta segunda-feira, ficou marcada por um problema no sistema de tradução que atrapalhou o entendimento de uma das questões feitas ao jogador da Seleção Brasileira. Ao final, uma pergunta sobre a música que embala o grupo levou a canção “Tá escrito”, do Revelação, aos alto-falantes da sala de entrevistas.

A falha ocorreu quando um jornalista sueco questionou Daniel Alves, em inglês, sobre a possível presença do atacante Zlatan Ibrahimovic no jogo de estreia como torcedor e sobre como seria uma parceria entre os dois no PSG, onde o brasileiro está sendo especulado. Ao colocar o fone, a pergunta continuou em inglês. Ela ainda foi repetida, mas a falha persistiu.

Um jornalista brasileiro então acudiu o lateral, mas a tradução apresentou ruídos, transformando em certeza a presença de Ibrahimovic no Brasil e ocultando uma possível parceria entre os dois no PSG, referindo-se apenas ao encontro de ambos no Barcelona.

Esta tradução foi melhor”, brincou Daniel Alves, antes de responder. “Fiz uma campanha para que ele viesse. É um cara peculiar e eu tenho carinho especial por ele. Está convidado para vir desfrutar. Quem sente algo pelo futebol gostaria de estar aqui", afirmou.

O assessor de imprensa da CBF ainda fez a ressalva que a tradução da pergunta continha falhas, mas a entrevista teve prosseguimento. O erro ocorreu por conta do canal sintonizado errado no aparelho de Daniel Alves. Com o problema solucionado, o sistema funcionou adequadamente em uma pergunta feita por um chinês, e Daniel cometeu uma gafe. “Acho que funciona melhor em japonês”.

Ao final da entrevista, Daniel Alves protagonizou um momento de descontração ao ser questionado sobre a música que embala o grupo. Citou “Tá Escrito”, do grupo Revelação, mas disse que não ia cantar. Com ajuda de pessoas que tinham a música em seus aparelhos, ela foi parar nos alto-falantes.

Tags: brasileira, entrevista, lateral, preparação, seleção

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.