Jornal do Brasil

Segunda-feira, 24 de Novembro de 2014

Esportes

Prandelli quer uma Azzurra 'capaz de ousar' na Copa

Agência ANSA

Cesare Prandelli foi contratado para reconstruir a seleção italiana após o vexame da Copa de 2010, quando foi eliminada na primeira fase. E nesses últimos quatro anos o que se viu foi um treinador buscando alternativas. Por isso, segundo o técnico, o público pode esperar uma Itália "capaz de ousar" no Mundial do Brasil.    

"Nós devemos ter uma equipe capaz de mudar, de tentar algo diferente. Não podemos nos basear só na individualidade, devemos ser um time", afirmou Prandelli, em entrevista coletiva na cidade de Mangaratiba (RJ), onde a delegação vai ficar concentrada durante o torneio. Até por isso, ainda há uma indefinição em relação aos titulares que entrarão em campo no dia 14 de junho na estreia contra a Inglaterra.    

No empate por 1 a 1 contra Luxemburgo, na última quarta-feira (4), a Itália começou com Balotelli sozinho no ataque, mas Cassano entrou ao longo do jogo e teve bom desempenho, o que pode lhe valer uma vaga na equipe. Quem parece ter ganhado espaço é o jovem volante Verratti, que deve atuar ao lado de Pirlo e De Rossi. "Ele está fazendo tudo aquilo que pedimos. É um jogador que consegue dar uma continuidade à qualidade do jogo", explicou o treinador.    

O comandante da Azzurra ainda disse que seu primeiro objetivo na Copa é passar da primeira fase, em um grupo que conta com Uruguai e Costa Rica, além dos ingleses. "Depois, veremos. "Devemos ir à campo para orgulhar os italianos, lutar por todas as bolas. Mostrar que os italianos, até nas dificuldades, sabem montar um time e ver a esperança", acrescentou. 

Prandelli também comentou a situação social do Brasil e os protestos que têm acontecido no país por conta do Mundial. "Esperamos que seja uma festa para todos. Obviamente todos leem, procuram se informar, entender a situação real do país, mas acho que devemos levar emoções para as pessoas. Até os que enfrentam dificuldades podem viver de momentos felizes", declarou. 

Tags: italiana, preparação, Rio, seleção, treinador

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.