Jornal do Brasil

Sexta-feira, 19 de Setembro de 2014

Esportes

Em dia de caos em SP, Seleção vence último teste com sofrimento e ouve vaias

Vitória magra de 1 a 0 sobre a Sérvia

Portal Terra

Em um dia de caos em São Paulo, com greve, protestos, chuva e trânsito infernal, a Seleção Brasileira encerrou a preparação para a Copa do Mundo com vitória, mas muito sofrimento e vaias por parte dos insatisfeitos torcedores paulistas. Em São Paulo, no Morumbi, o time comandado por Luiz Felipe Scolari foi pressionado pela Sérvia e teve seus principais jogadores em tarde de pouca inspiração, mas venceu por 1 a 0 com gol de Fred.

>> Passeata e futebol

>> Grupo lembra "Copa das Mortes" e protesta na casa de Marin

>> Com chuva e greve, SP registra recorde de lentidão no ano

Contra a Sérvia, o Brasil chegou à 9ª vitória consecutiva. A equipe foi escolhida como adversário por ter estilo de jogo semelhante ao da Croácia, adversária na estreia da Copa. No entanto, o time encontrou dificuldades e chegou a ser vaiado pelos 63 mil presentes no Morumbi. Fred evitou o vexame, ao fazer seu primeiro gol pelo Brasil desde a final da Copa das Confederações, em julho de 2013.

A próxima vez que entrar em campo, será para dar início à Copa do Mundo de 2014. Na quinta-feira, o time encara a Croácia na Arena Corinthians, no bairro de Itaquera, em São Paulo, às 17h (de Brasília). Na primeira fase, o time ainda encara Camarões e México. Os sérvios poderão acompanhar aos jogos com tranquilidade, já que não conseguiram se classificar para a competição.

O paulistano teve um dia complicado nesta sexta-feira, com greve de metrô, excesso de trânsito e chuva. A atuação da Seleção Brasileira serviu para coroar a insatisfação, com poucas chances criadas no primeiro e duas falhas graves – uma de Daniel Alves, que perdeu bola na lateral da defesa e deu grande chance aos sérvios, e outra de Júlio César, que errou na saída de bola e deu de presente a Tadic.

Os europeus, por sua vez, tiveram boas oportunidades. Aos 9min, Kolarov avançou pela direita e finalizou bola rente à trave. Aos 30, após erro de Daniel Alves, Markovic bateu cruzado e David Luiz, quase em cima da linha, salvou. Aos 32min, Markovic cabeceou livre dentro da área, mas mandou por cima do gol. Na única chance brasileira, Fred chutou à direita do gol aos 24min.

As vaias começaram aos 40min do primeiro tempo, se intensificaram ao apito final do árbitro e persistiram até os 13min do segundo tempo. O público manifestou insatisfação com a falta de criatividade, mesmo com Neymar, que em diversas oportunidades desperdiçou bolas ao tentar dribles e adiar finalizações. Mesmo a entrada de Willian na vaga de Oscar demorou para fazer efeito no setor de meio-campo.

Aos 13min, no entanto, Thiago Silva lançou bola na área para Fred, que dominou no peito entre dois zagueiros e, mesmo desequilibrado, tocou na saída do goleiro Stojkovic. Na comemoração, levou as mãos ao ouvido em resposta às vaias, que chegaram a incluir um irônico pedido de Luís Fabiano, atacante do São Paulo, clube dono do Morumbi. Então, a Seleção recuperou o apoio das arquibancadas e melhorou no jogo.

Apesar disso, os sérvios não deixaram de assustar. Aos 27min, Markovic fez jogada pela esquerda e cruzou na área para cabeçada de Mitrovic, que mandou a bola na trave esquerda de Júlio César. Felipão colocou Fernandinho, Maxwell, Jô , Maicon e Bernard em campo. Aos 30min, o time chegou a marcar gol legal, em bola lançada por Neymar para Hulk, mas o assistente erroneamente anotou impedimento.

Os minutos finais do amistoso foram de mais vaias, apesar da vitória. A Seleção voltou a demonstrar problemas para criar as jogadas, o que causou insatisfação nas arquibancadas do Morumbi. Jô deu o último toque de emoção, aos 46min, ao cabecear em cruzamento de Maicon. O goleiro da Sérvia fez grande defesa, encerrando a vitória brasileira.

Tags: Amistoso, brasileira, fred, gol, seleção

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.