Jornal do Brasil

Sexta-feira, 28 de Novembro de 2014

Esportes

Queremos ganhar a Copa pelo Júlio César, diz Thiago Silva

Portal Terra

O capitão da Seleção Brasileira, Thiago Silva, afirmou que o grupo vai fazer de tudo para ganhar a Copa do Mundo para dar de presente ao goleiro Júlio César. “Ele tem respeito enorme do grupo, pela história de vida dele. Vamos tentar fazer com que ele ganhe a Copa do Mundo. Ele perdeu a última e ficou desesperado. Quando chegamos no hotel em Johannesburgo vimos o Júlio chorando bastante e na hora convocação, este ano, mandei uma mensagem para ele dizendo que estávamos juntos para essa conquista”, disse.

Júlio Cesar é um dos capitães e líderes da Seleção ao lado do próprio Thiago Silva, Fred e David Luiz. O zagueiro e capitão do time diz que cada um tem um jeito, mas todos têm o mesmo objetivo: pressionar o árbitro. “Acho que Felipão escolheu muito bem. Em cada setor do campo tem um cara para fazer pressão no árbitro. Fred é mais calmo, David é mais explosivo”, lembrou.

Thiago Silva participou de entrevista coletiva na Granja Comary
Thiago Silva participou de entrevista coletiva na Granja Comary

Thiago Silva lembrou que mesmo sendo capitão não se vê como titular absoluto do time. “Dante e Henrique podem muito bem ser titulares. O importante é trabalhar forte o tempo todo”, disse, afirmando que foi bom ter passado os últimos três dias trabalhando na Granja Comary. “Estava cansado, mas agora estou me sentindo bem e com forçar para jogar esse amistoso e estrear na Copa”, complementou.

O zagueiro do PSG se acha capitão dentro e fora de campo. “Até em casa sou eu que dou a última palavra: ok”, brincou Thiago, dizendo que já no treino desta quinta-feira cobrou melhor posicionamento defensivo de Daniel Alves e Ramires. “Temos uma defesa que é capaz de passar a Copa do Mundo sem sofrer gols e, com a qualidade dos nossos atacantes, prova onde podemos chegar”, comentou, dizendo que planeja o zero como o número de gols que pode levar no Mundial.

E faz ainda um alerta para os companheiros sobre cartões amarelos bobos que possam tirar alguém de alguma partida decisiva. “Não podemos aceitar cartão por reclamação em uma Copa do Mundo”, disse. Sobre seu companheiro de zaga, David Luiz, a quem classificou como um pouco mais explosivo em campo, disse confiar em sua lealdade contra os adversários. “David entra sempre com vontade, mas nunca é desleal”.

Tags: brasileira, capitão, granja, seleção, treinamentos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.