Jornal do Brasil

Segunda-feira, 24 de Novembro de 2014

Esportes

Ex-médico diz que não há boas notícias sobre Schumacher

Agência ANSA

O ex-médico anestesista da Fórmula 1, Gary Hartstein, afirmou nesta terça-feira (03) que não espera boas notícias sobre o heptacampeão da categoria, Michael Schumacher.    

"Temo, e estou quase certo, que não chegarão mais boas notícias sobre o estado de saúde de Schumacher", escreveu em seu blog.    

Ele reforçou que não tem "nenhuma informação direta" da equipe médica que cuida do alemão no hospital de Grenoble, na França.    

Mas, segundo Hartstein, "não há nenhuma lógica em não divulgar aos fãs boas informações". O médico também falou sobre a recuperação de alguém que está em coma por tanto tempo. "As possibilidades de recuperação diminuem com o passar das semanas e ficam mínimas após seis meses. Nenhuma pessoa em estado vegetativo por um ano pode recobrar a consciência", escreveu o profissional.    

Schumacher caiu enquanto esquiava na França no dia 29 de dezembro de 2013. Desde então, segue em estado de coma no hospital francês. A porta-voz do ex-piloto, Sabine Kehm, nega que a saúde de Schumacher esteja piorando e sempre afirmou que ele "dá sinais encorajadores".

Tags: Fórmula 1, França, gary hartstein, grenoble, michael schumacher

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.