Jornal do Brasil

Domingo, 26 de Outubro de 2014

Esportes

Fifa proíbe marketing em redes sociais durante a Copa

Portal Terra

A Fifa proibiu o uso das redes sociais pelos jogadores para fins de publicidade durante a Copa do Mundo, que vai acontecer de 12 de junho a 13 de julho no Brasil. A entidade que regula o futebol mundial enviou um regulamento de mídia e marketing para cada uma das 32 seleções participantes do torneio, informando que o merchandising nesses grandes sites será considerado como marketing de emboscada.

Grandes nomes da Seleção Brasileira, como Neymar, Bernard, Hulk, David Luiz e Daniel Alves, utilizam-se de posts patrocinados para ganhar dinheiro. O craque ex-Santos e atualmente no Barcelona tem como patrocinadores as empresas Claro e Panasonic, que são rivais de parceiras da Fifa, Oi e Sony.

Existem dois artigos na Lei Geral da Copa que legitimam punições como multas às empresas e até prisões, que podem durar um ano, aos responsáveis pelo marketing de emboscada durante a competição. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) orientou os atletas sobre as medidas impostas pela entidade presidida por Joseph Blatter e está de acordo com a resolução.

Tags: copa do mundo, Fifa, Jogadores, patrocinadores, regulamento

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.