Jornal do Brasil

Terça-feira, 21 de Outubro de 2014

Esportes

Júlio César se diz muito melhor do que em 2010

Portal Terra

Com um ciclo de Copa do Mundo conturbado, o goleiro Júlio César sabe que talvez seja o jogador mais questionado dentro da Seleção Brasileira junto ao grupo. Mas se diz muito mais preparado do que no último Mundial, até pelas adversidades que enfrentou desde 2010, quando falhou na eliminação para a Holanda nas quartas de final.

“Chego muito melhor do que em 2010. Me sinto muito mais preparado. Talvez seja pelo que aconteceu comigo. Na hora da adversidade você tem que tirar as coisas boas. Nessas horas tive muita força. Conversava durante a Copa das Confederações que sabia que teria dificuldades na volta ao Queens Park Rangers (QPR). Queria me preparar. Acho que chego bastante questionado, mas bastante feliz por aquilo que combinei comigo ter acontecido”, afirmou.

Goleiro diz que autoconfiança atrapalhou em 2010
Goleiro diz que autoconfiança atrapalhou em 2010

A falha, segundo Júlio César, foi resultado de uma autoconfiança excessiva que carregava para aquele Mundial. Na ocasião ele era apontado como um dos melhores goleiros do mundo e vivia grande fase na Inter de Milão. Agora ele se diz mais focado. 

"Posso te falar que não tem nenhum profissional melhor, mais focado. Quando acontece alguma coisa boa você acaba relaxando. Eu cheguei muito autoconfiante pelo que aconteceu na Inter e pelo que a mídia colocou. E autoconfiança atrapalha. Posso falar que me sinto 100% agora. Foram 3 meses focado apenas para a Copa. Não perdi nada", afirmou.

As adversidades citadas por Júlio César se estendem para o período que ficou sem jogar no Queens Park Rangers. O goleiro era reserva no clube e, para chegar preparado à Copa, transferiu-se para o Toronto FC. Neste período o camisa 12 também enfrentou resistência do antigo treinador da Seleção Mano Menezes.

Tags: brasileira, coletiva, confiança, goleiros, seleção

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.