Jornal do Brasil

Sábado, 25 de Outubro de 2014

Esportes

Náutico tenta aproveitar os Aflitos para fugir da crise

Portal Terra

Mais de um ano depois da inauguração da Arena Pernambuco, que vem sendo a casa do Náutico, o time pernambucano volta ao bairro dos Aflitos e ao antigo Eládio de Barros Carvalho. Nesta terça-feira, a partir das 21h50, o adversário será o Avaí, pela oitava rodada da Série B 2014, em partida importante para o elenco e que a diretoria tenta tornar inesquecível também para os torcedores.

Deixado de lado a inauguração da Arena Pernambuco, os Aflitos foram fundamentais na campanha do Náutico para subir à Série A em 2012. O time sentiu a perda do gramado pesado, do campo menor e principalmente da presença da sua torcida e acabou rebaixado novamente no ano passado. O “Caldeirão” tem capacidade para cerca de 20 mil torcedores, que ficam muito próximos ao gramado e costumam pressionar bastante os adversários.

No intuito de proporcionar o melhor para sócios e torcedores, a diretoria de Marketing do Náutico elaborou um projeto chamado “Revivendo os Aflitos”. Entre as ações, estão a escolha da “Seleção dos Aflitos" no site oficial do clube e um representante da equipe receberá uma placa em homenagem antes do início da partida, entregue pelo presidente executivo Glauber Vasconcelos. Além disso, o time entrará em campo com uma camisa comemorativa.

Com oito pontos, o Náutico está apenas um ponto à frente do rival Santa Cruz, que é a primeira equipe na zona de rebaixamento e precisa da vitória para não correr o risco de passar todo o período da Copa do Mundo numa situação ruim. "Nossa obrigação é dar a vida, ainda mais por ser um jogo nos Aflitos, estádio com que a torcida tem muita identificação", afirmou o meio-campista Vinícius.

Tags: diretoria, estádio, futebol, Pernambuco, retorno

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.