Jornal do Brasil

Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

Esportes

Náutico tenta aproveitar os Aflitos para fugir da crise

Portal Terra

Mais de um ano depois da inauguração da Arena Pernambuco, que vem sendo a casa do Náutico, o time pernambucano volta ao bairro dos Aflitos e ao antigo Eládio de Barros Carvalho. Nesta terça-feira, a partir das 21h50, o adversário será o Avaí, pela oitava rodada da Série B 2014, em partida importante para o elenco e que a diretoria tenta tornar inesquecível também para os torcedores.

Deixado de lado a inauguração da Arena Pernambuco, os Aflitos foram fundamentais na campanha do Náutico para subir à Série A em 2012. O time sentiu a perda do gramado pesado, do campo menor e principalmente da presença da sua torcida e acabou rebaixado novamente no ano passado. O “Caldeirão” tem capacidade para cerca de 20 mil torcedores, que ficam muito próximos ao gramado e costumam pressionar bastante os adversários.

No intuito de proporcionar o melhor para sócios e torcedores, a diretoria de Marketing do Náutico elaborou um projeto chamado “Revivendo os Aflitos”. Entre as ações, estão a escolha da “Seleção dos Aflitos" no site oficial do clube e um representante da equipe receberá uma placa em homenagem antes do início da partida, entregue pelo presidente executivo Glauber Vasconcelos. Além disso, o time entrará em campo com uma camisa comemorativa.

Com oito pontos, o Náutico está apenas um ponto à frente do rival Santa Cruz, que é a primeira equipe na zona de rebaixamento e precisa da vitória para não correr o risco de passar todo o período da Copa do Mundo numa situação ruim. "Nossa obrigação é dar a vida, ainda mais por ser um jogo nos Aflitos, estádio com que a torcida tem muita identificação", afirmou o meio-campista Vinícius.

Tags: diretoria, estádio, futebol, Pernambuco, retorno

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.