Jornal do Brasil

Sábado, 1 de Novembro de 2014

Esportes

Vaticano apoia campanha contra abusos durante a Copa

Agência ANSA

Faltam mais de 20 dias para o início da Copa do Mundo no Brasil, mas algumas pessoas já entraram em campo. São as freiras da Rede Internacional da Vida Consagrada contra o Tráfico Humano Thalita Kum, que lançaram uma campanha contra abusos. 

De acordo com a instituição, eventos internacionais como a Copa do Mundo podem levar a um aumento das redes de tráficos de pessoas e aliciamento para prostituição. "Jogue pela vida: denuncie o tráfico" é o slogan da campanha, que foi lançada nesta terça-feira (20) no Vaticano, e na qual estão envolvidas cerca de 250 freiras de dioceses de várias cidades do Brasil, principalmente as que receberão jogos do campeonato.

 Estão previstas campanhas também em outros países do mundo nos próximos dias. "Devemos unir as nossas forças para salvar os mais vulneráveis desta escravidão do tráfico humano", disse, em uma coletiva de imprensa no Vaticano, o prefeito da Congregação para os Institutos da Vida Consagrada, cardeal João Braz de Aviz, recordando como o papa Francisco já fez, diversas vezes, apelos sobre esse tema.

 "Em época de mega-eventos, aumenta o risco de tráfico de seres humanos, principalmente nas modalidades de trabalho escravo e serviços sexuais", disse, por sua vez, a freira italiana Gabriella Bottani, que há 10 anos vive no Brasil. Segundo estatísticas, o índice de aliciamento para prostituição e trabalhos escravos aumentou em 30% na Copa do Mundo da Alemanha (2006) e em 40% na da África do Sul (2010). (ANSA)

Tags: abuso sexual, copa do mundo, rede consagrada, Rio, vaticano

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.