Jornal do Brasil

Terça-feira, 23 de Setembro de 2014

Esportes

Robben volta a decidir contra Dortmund e Bayern é campeão

Portal Terra

Em busca do seu segundo grande título na temporada, o Bayern de Munique encarou neste sábado o Borussia Dortmund na final da Copa da Alemanha, realizada em um lotado Estádio Olímpico de Berlim, com direito à presença do ator Tom Hanks nas arquibancadas. Equilibrada, a decisão foi para a prorrogação e o clube da Baviera foi o que prevaleceu com gols de Robben e Muller, que garantiram a vitória por 2 a 0.

Logo no terceiro minuto de jogo, o goleiro Weidenfeller realizou uma defesa milagrosa - com uma pitadada de sorte - após uma finalização mano a mano de Muller, que parou no rosto do jogador do clube de Dortmund. Como é tradição de equipes treinadas por Guardiola, o Bayern teve amplo domínio da posse de bola, mas pouco fez com ela.

Weidenfeller foi exigido novamente no segundo tempo, defendendo outro chute de Muller aos 9min, em lance que o atacante do Bayern dividiu com o lateral esquerdo Schmelzer. 

Apesar do domínio da equipe da Baviera, o time treinado por Jurgen Klopp foi o que chegou mais perto de abrir o placar. Em uma cobrança de falta de Sahin aos 19min, o Borussia Dortmund comemorou como se tivesse marcado o primeiro gol após uma cabeçada de Hummels, tirada de dentro do gol pelo brasileiro Dante. A arbitragem não assinalou o tento na polêmica jogada, na qual o zagueiro alemão estava em posição duvidosa.

Com a bola rolando, o Dortmund exigiu boa defesa de Manuel Neuer aos 27min, quando Kirch partiu da ponta esquerda em direção à meia-lua e soltou a bomba exigindo que o goleiro da seleção da Alemanha se esticasse e mandasse para escanteio. O Bayern reagiu dois minutos depois com um chute forte de Robben, defendido de forma esquisita por Weidenfeller, que rebateu de peito para o lado.

Depois deste lance, poucas jogadas foram construídas e o confronto continuou na prorrogação, durante a qual os comandados de Klopp chegaram perto de marcar no primeiro minuto com o gabonês Aubameyang, que arriscou da entrada da área e mandou à esquerda da meta de Neuer. O atacante do Borussia foi o responsável pela única finalização perigosa da primeira metade do tempo extra.

Na segunda parte, o Bayern conseguiu sair na frente no primeiro minuto com o holandês Robben. Apagado, o ponta concluiu de primeira cruzamento de Boateng - que conseguiu desarme na saída de bola do Borussia - em cima de Weidenfeller, que tentou desviar com as pernas, mas não conseguiu evitar o gol. Tido como jogador que "amarelava" em decisões até o último ano, o camisa 10 voltou a ser o algoz do rival alemão, pois na temporada 2012/13 ele quebrou o estigma de falhar em finais ao marcar contra o Dortmund na conquista do título da Liga dos Campeões

Nos acréscimos, Thomas Muller mostrou excelente condicionamento físico, atravessou meio campo com a bola para selar a vitória e o título dos bávaros.

Tags: ALEMANHA, bayern, Campeonato, futebol, Vitoria

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.