Jornal do Brasil

Terça-feira, 22 de Julho de 2014

Esportes

Em Itu, haitianos ajudam a construir centro que será usado pela Rússia na Copa

Agência Brasil

Um grupo formado por 20 operários do Haiti trabalha nas obras do Estádio Novelli Júnior, em Itu, no interior paulista. O local será usado pela seleção da Rússia como centro de treinamento durante a Copa do Mundo.

Um dos operários haitianos na obra é Diefait Salvarj, 36 anos, que já trabalhava como pedreiro em Porto Príncipe, capital do Haiti. Ele perdeu a casa no terremoto que atingiu o país, em 2010, e chegou ao Brasil há três meses. “Estou buscando uma vida melhor, porque não tem trabalho lá”, conta o operário, que pretende trazer os parentes para o Brasil.

Salvarj e seus compatriotas são acompanhados de perto por outro estrangeiro: Mamodou Diallo. Formado em engenharia, na Guiné Equatorial, ele ainda não conseguiu validar o diploma no Brasil e atua como mestre de obras. O idioma facilita a comunicação entre ele e os haitianos. “Eles falam creole francês, mas se você falar francês eles entendem”, explica.

O Ministério do Esporte investiu R$ 2,5 milhões na reforma do complexo esportivo, que será utilizado pelo Ituano, clube da cidade e atual campeão paulista, após a Copa do Mundo.

Além da Rússia, a seleção do Japão vai treinar em Itu durante a Copa do Mundo. Os japoneses ficarão no Spa Sports, centro de treinamento que já foi usado por clubes como o Corinthians e o Flamengo. A opção pela cidade empolgou os imigrantes japoneses que vivem na cidade.

Uma festa típica será realizada no dia 14 de junho, data da estreia dos japoneses no Mundial. “Este é um ano especial. Vamos preparar bastante comida típica japonesa e atrações na parte cultural, como dança, karaokê, shows”, conta Kazuyuki Ozaki, membro da Associação Cultural Esportiva Nikkey de Itu.

Tags: 2014, brasil, Mundial, Obras, SP

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.