Jornal do Brasil

Terça-feira, 2 de Setembro de 2014

Esportes

Valcke diz aos torcedores que "Brasil não é Alemanha"

Agência ANSA

O secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, alertou os turistas que pretendem visitar o Brasil para a Copa do Mundo. Segundo o jornal o Estado de São Paulo, Valcke disse para os visitantes que não apareçam no Brasil "achando que é a Alemanha". Ele ressaltou que os turistas devem estar preparados que não é "fácil se mover pelo país" e disse que quem terá mais problemas serão os visitantes e não as seleções, autoridades ou imprensa. 

Apesar de criticar agora, o dirigente afirmou que a Fifa sabia dos problemas em transportes do Brasil, mas que a entidade achava que seria possível arrumar a infraestrutura em cinco anos. 

"Sabíamos disso. Mas isso era em 2009 e podemos esperar que você tem cinco anos para um país garantir que as estruturas sejam instaladas para entregar o que tinha sido acordado", disse o secretário a diversas agências internacionais.    

Valcke ainda declarou que a Fifa só queria as oito sedes para a competição e que foi o ex-presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol Ricardo Teixeira que insistiram para que a Copa tivesse 12 sedes. 

Ainda de acordo com Valcke, ambos queriam que o Mundial fosse de todos os brasileiros e que a competição não ficasse presa em uma única região.    

O secretário ainda afirmou que os problemas encontrados no Brasil farão com que a entidade mude as exigências para os próximos Mundiais, obrigando o país a cumprir o que promete.    

Ele ainda comentou que a mudança no governo federal atrapalhou as obras para a Copa e disse que, a partir de agora, deve-se garantir um evento desse porte através do Poder Legislativo e não através do presidente.    

Tags: . estádios, atrasos, Fifa, infraestrutura, Obras

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.