Jornal do Brasil

Domingo, 26 de Outubro de 2014

Esportes

Dilma inaugura Arena da Baixada incompleta na sexta-feira

Portal Terra

A presidente Dilma Rousseff visitará a Arena da Baixada nesta sexta-feira, às 10h, para a cerimônia padrão que vem fazendo em todas as sedes da Copa do Mundo deste ano – a capital paranaense fecha essa programação, que não será aberta ao público.

Um dia antes, Dilma inaugura o Itaquerão, local da abertura do Mundial, no dia 12 de junho. Nesta inauguração, a presidente dá o famoso “pontapé inicial” e posa para fotos com dirigentes e operários. Em Curitiba, assim como em São Paulo, Dilma não verá o estádio pronto.

A Arena da Baixada ainda não está com 100% das obras concluídas. No próximo dia 14, cinco dias após a visita da presidente, acontece o segundo jogo-teste no local. A capacidade não será máxima, limitando-se a 30 mil lugares. O adversário, ainda não divulgado, deve ser o Corinthians.

Com problemas na última remessa de fabricação e entrega de cadeiras, o estádio paranaense só terá uma partida com capacidade máxima, 43 mil pessoas, no terceiro evento-teste, que acontecerá no dia 21, diante do Libertad-PAR. No dia seguinte, a Fifa assume a Arena com exclusividade.

Atraso no repassevolta a preocupar

Como vem sendo rotina, que foi alvo de reclamações constantes do Atlético-PR e quase gerou a exclusão do estádio para a Copa devido à lentidão nas obras, o repasse das verbas para a conclusão da Arena da Baixada, mais uma vez, está atrasada.

A preocupação acontece no repasse da 4ª e da 5ª parcelas do financiamento, via Fomento Paraná, que compromete o andamento das obras. Na semana passada, por exemplo, a JD Engenharia ameaçou uma paralisação de seus funcionários, mas desistiu após ouvir a promessa de que teria os débitos depositados.

Gestora do estádio, a CAP/SA deveria ter recebido R$ 4 milhões no dia 24 de abril, correspondente ao restante da quarta parcela e, no dia 5 deste mês, o valor de R$ 6,5 milhões também era para ter entrado na conta. Não aconteceu. Um último repasse, no mesmo valor da quinta parcela, está previsto para dia 19.

A Fomento confirma o atraso e espera que os valores em atraso sejam resolvidos até o final desta semana, com dinheiro do tesouro do Paraná ou do Banco Nacional de De­­sen­­volvimento Econômico e Social (BNDES).

Tags: atrasos, brasil, estádios, Mundial, Obras

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.