Jornal do Brasil

Quinta-feira, 20 de Novembro de 2014

Esportes

Organizada do Paraná lamenta morte de "irmão" e pede justiça

Portal Terra

A torcida do Paraná divulgou uma nota oficial lamentando a morte do torcedor do Sport, na última sexta-feira, atingido por um vaso sanitário após o empate por 1 a 1 entre Santa Cruz e Paraná.

A Fúria Independente é aliada da Torcida Jovem, do Sport, e esteve presente na partida no Estádio Arruda. Na ocasião, o secretário da organizada, conhecido como “Arruda”, viajou a Recife e foi recepcionado pelos integrantes da torcida rubro-negra.

Depois da confraternização, o torcedor paranista e cerca de 60 torcedores da torcida aliada foram a pé ao estádio para acompanhar o jogo. Antes e depois da partida, o grupo se confrontou com torcedores do Santa Cruz, nos arredores do local.

Na segunda briga, aconteceu a tragédia. Enquanto a Polícia Militar de Recife tentava escoltar os torcedores, dois vasos sanitários foram arremessados e atingiram Paulo Ricardo Gomes da Silva, 26 anos. Sobre o ocorrido, a organizada do Paraná chamou essa pessoa de “imbecil” pelo crime cometido.

“O que leva um imbecil a arremessar um vaso sanitário a 40m de altura? Sabendo que se acertar uma pessoa – como infelizmente veio a ocorrer -  mesmo sendo de uma torcida adversária, irá matá-la? Existe alguma razão para explicar uma atitude demente como essa? Impossível. Não há como explicar o inexplicável”, critica.

A covardia, como diz no próprio texto, é criticada pela torcida tricolor, que pede providências e manda condolências a família de Paulinho. “Deixamos nossos sinceros sentimentos e muita Força a Família do Paulinho e a todos os integrantes da JOVEM DO SPORT. Nesta madrugada triste, não perdemos só um amigo ou aliado, perdemos mais um pedaço do amor que sentimos pelo Futebol. Amor que vai se perdendo a cada dia”, finaliza.

Tags: paraná, Santa, sport, Torcida, vandalismo

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.