Jornal do Brasil

Sábado, 25 de Outubro de 2014

Esportes

Atlético-MG leva empate no fim e cai para Atlético Nacional

Portal Terra

A noite de quinta-feira foi de grande frustração para o Atlético-MG. Jogando no Estádio Independência lotado, o time levou esperança de seguir em busca do bicampeonato da Copa Libertadores até os 43min do segundo tempo, quando levou empate do Atlético Nacional, time que pouco ameaçou durante os 90 minutos. O gol tardio determinou empate por 1 a 1 e a eliminação do atual campeão da competição continental nas oitavas de final.

Empatar, para os colombianos, foi suficiente porque, no jogo de ida, levaram a melhor diante de uma atuação fraca do Atlético-MG, com vitória por 1 a 0. O Atlético pressionou e abriu o placar com Fernandinho, mas, ao levar o empate no final do jogo, precisaria de mais dois gols para não ser eliminado. Não foi possível.

Com a queda atleticano, apenas um brasileiro segue vivo na Copa Libertadores: curiosamente, é o Cruzeiro, principal rival do Atlético-MG. O clube passou pelo Cerro Porteño, do Paraguai, e encara o San Lorenzo, da Argentina. O Atlético Nacional terá pela frente o Defensor Sporting, do Uruguai. O Grêmio, terceiro brasileiro a passar para o mata-mata na competição, foi eliminado justamente pelo San Lorenzo.

Com a necessidade da vitória e o apoio maciço da torcida que lotou o Estádio Independência, em Belo Horizonte, o Atlético-MG sufocou o Atlético Nacional desde o primeiro minuto. Diego Tardelli e Fernandinho deram muito trabalho ao setor defensivo adversário, e foi com eles que o anfitrião conseguiu abrir o placar.

Aos 19min, Jô fez boa jogada pela direita e cruzou baixo para Diego Tardelli, que desviou e acertou a bola na primeira trave. No rebote, a afobada zaga do time colombiano afastou o perigo com um chutão para o alto. Na entrada da área, Emerson recuperou a bola, que na sobra ficou para Fernandinho, com um bonito chute, acertar o canto direito e inaugurar o marcador.

O Atlético-MG manteve a pressão até o final do primeiro tempo e no início da etapa final. Aos poucos, no entanto, o clima foi esquentando no gramado, e o Atlético Nacional começou a ameaçar. O anfitrião perdeu grande chance com Jô, que aos 24min do segundo tempo recebeu em boas condições no ataque, mas se atrapalhou com a bola e, sem ângulo, acabou desperdiçando a jogada.

Aos 29min, em falha de marcação brasileira, Cárdenas recebeu lançamento e ficou cara a cara com Victor. De primeira, bateu colocado, mas o goleiro brasileiro, que já havia deixado a meta, conseguiu fazer defesa importante. Aos 43min, no entanto, não teve o que fazer. Cardona recebeu lançamento pela esquerda e cruzou rasteiro para Duque. Victor desviou, mas o jogador do Atlético Nacional completou de carrinho.

Com o placar, o Atlético-MG teria de fazer dois gols em cinco minutos para evitar a eliminação – restavam três minutos de acréscimo. O torcedor começou a deixar o Estádio Independência, decepcionado. O apito final confirmou a queda dentro de casa.

FICHA TÉCNICA 

ATLÉTICO-MG 1 X 1 ATLÉTICO NACIONAL

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG) 

Data: 01 de maio de 2014, quinta-feira 

Horário: 19h15 (de Brasília) 

Árbitro: Patricio Loustau (ARG) 

Assistentes: Diego Bonfa e Ivan Nuñez (ambos da Argentina) 

Cartões amarelos: (Atlético-MG) Victor (Atlético Nacional) Mejía, Bernal, Henríquez 

Gols: Atlético-MG: Fernandinho, aos 20 minutos do primeiro tempo 

Atlético Nacional: Duque, aos 43 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-MG: Victor; Alex Silva, Leonardo Silva, Otamendi e Emerson Conceição; Pierre (Réver), Leandro Donizete, Tardelli (Guilherme) e Ronaldinho; Fernandinho (Marion) e Jô 

Técnico: Levir Culpi

ATLÉTICO NACIONAL: Armani; Peralta (Duque), Murrillo, Henríquez e Bocanegra; Bernal (Nájera), Mejía, Cardona e Cárdenas; Díaz (Arias) e Valência 

Técnico: Juan Carlos Osório

Tags: eliminação, empate, futebol, Galo, libertadores

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.