Jornal do Brasil

Segunda-feira, 22 de Setembro de 2014

Esportes

Grêmio mantém técnico, mas torcida protesta

Portal Terra

O Grêmio não vai alterar seu planejamento após a eliminação da Copa Libertadores para o San Lorenzo. Rui Costa, diretor executivo de futebol do Grêmio, confirmou na tarde desta quinta que os mandatários da equipe optaram por manter o treinador Enderson Moreira e os homens fortes do futebol – o próprio Costa e o diretor Marcos Chitolina.

"Após o jogo nos reunimos durante a madrugada e o presidente confirmou que vai manter toda a estrutura do futebol pela convicção no trabalho que está sendo feito. Sabemos que o torcedor está sofrendo com a eliminação, mas temos convicção que o trabalho está sendo bem feito pelo Enderson Moreira", afirmou Rui Costa.

Na reapresentação dos jogadores nesta quinta, a segurança do Grêmio estava reforçada. Tanto que os torcedores foram proibidos de ingressar até mesmo no pátio do Estádio Olímpico, local de treinamentos da equipe. Um grupo de cinco torcedores do lado de fora do estádio arremessou pedras para dentro do local - os objetos acabaram atingindo a vidraça da loja do Grêmio.

A permanência da comissão técnica e dos homens fortes do futebol desagrada a muitos assessores do presidente Fábio Koff, que estavam pressionando o mandatário gremista para modificar tanto a comissão técnica quanto os homens do futebol.

Na noite da última quarta, o Grêmio foi eliminado nas oitavas de final da Copa Libertadores. Após igualar o 1 a 0 sofrido para o San Lorenzo fora de casa, o clube gaúcho foi eliminado nos pênaltis, marcados por duas defesas do goleiro adversário Torrico. 

Tags: Copa, eliminação, gremista, libertadores, treinador

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.