Jornal do Brasil

Terça-feira, 23 de Setembro de 2014

Esportes

"Ela morreu em meus braços", afirmou Pistorius

Agência ANSA

 O atleta olímpico Oscar Pistorius afirmou hoje, 9, durante o julgamento em que é acusado de assassinar sua namorada Reeva Steenkamp, que a jovem morreu em seus braços.

    "Reeva morreu em meus braços. Eu verifiquei se ainda respirava, mas ela não respirava. Eu senti o seu sangue escorrer em mim", afirmou Pistorius. "Eu não tinha intenção de matar a Reeva, senhora juíza, e nem ninguém", afirmou o atleta. Ele sempre sustentou a versão de que teria atirado em sua namorada ao pensar que fosse um ladrão que havia entrado em sua casa. 

    Na inquisição de hoje, Pistorius está respondendo as perguntas da acusação. De acordo com o procurador Gerrie Nel, o atleta fez a "cabeça de Reeva explodir como uma melancia".               Pistorius começou a chorar e gaguejar quando o procurador o intimou a olhar para uma foto da cabeça de sua vítima após ter recebido os tiros e a assumir sua responsabilidade. Soluçando, o campeão declarou que não queria mais ver aquela imagem que o atormenta. (ANSA)

Tags: julgamento, morte, namorada, paratleta, tiro

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.