Jornal do Brasil

Sábado, 26 de Julho de 2014

Esportes

Sport do Recife ganha título de campeão brasileiro de 1987

Flamengo perdeu a disputa no tapete do STJ 

Jornal do BrasilLuiz Orlando Carneiro

O Sport Club do Recife conseguiu mesmo virar o resultado na disputa judicial com o Clube de Regatas do Flamengo pelo título do campeonato brasileiro de futebol de 1987. Na sessão da 3ª Turma do Superior Tribunal de Justiça, nesta terça-feira (8/4), os ministros Paulo de Tarso e Villas Bôas Cueva  seguiram os votos dos ministros Sidnei Beneti e João Otávio Noronha, proferidos há uma semana, e formaram a maioria, contra o voto vencido da relatora do recurso especial, ministra Nancy Andrighi.

No início do julgamento, a ministra relatora acolhera a pretensão do Flamengo. Para ela, o pedido de cumprimento de sentença apresentado pelo Sport depois de a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) reconhecer o time do Rio também como campeão daquele ano extrapolava o decidido pela Justiça em 1994. Não haveria, assim, impedimento ao reconhecimento de dois campeões – o Sport e o Flamengo – no ano de 1987.

A maioria

A maioria foi formada a partir do voto do ministro Beneti, segundo o qual, ao declarar o Sport campeão, a sentença da Justiça federal, mesmo sem adotar explicitamente expressões como “campeão exclusivo”, afirmou ser o time pernambucano o único campeão de 1987. “Campeão é campeão”, asseverou. Assim, a coisa julgada decorrente da sentença impediria que a CBF alterasse esse resultado, ainda que para reconhecer ambos os times como campeões. Esse entendimento também foi seguido pelo ministro João Otávio de Noronha, na sessão do último dia 1º de abril, e, agora, também por Paulo de Tarso e Villas Bôas Cueva.  

Com a decisão do STJ, o São Paulo Futebol Clube passa a ser o primeiro clube do país a conquistar a chamada Taça das Bolinhas, destinada ao clube que tiver conseguido cinco títulos do Campeonato Brasileiro alternados ou três seguidos.

Se o Flamengo tivesse vencido o embate no STJ caberia ao time carioca a Taça das Bolinhas.

Tags: Brasileirão, decisão, Disputa, final, STJ

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.