Jornal do Brasil

Terça-feira, 16 de Setembro de 2014

Esportes

Brasileiros apostam em Glover e Lyoto em lutas de cinturão

Portal Terra

Em entrevista realizada neste sábado antes da pesagem oficial do UFC Fight Night: Shogun vs. Henderson 2, no Ginásio Nélio Dias, José Aldo, Renan Barão e Gleison Tibau apostaram em lutadores brasileiros nas duas próximas disputas de cinturão do UFC, nas categorias médio e meio-pesado.

Atual campeão dos meio-pesados, o americano Jon Jones enfrentará Glover Teixeira no próximo dia 26 de abril, no UFC 172, a ser realizado em Baltimore, nos Estados Unidos. Derrotado pela última vez em 2009, o dono do cinturão perderá a sequência invicta de dez lutas na opinião dos três brasileiros.

O mesmo acontecerá com Chris Weidman, algoz de Anderson Silva nos médios. Para Aldo, Barão e Tibau, o estilo peculiar de luta de Lyoto Machida, carateca de origem, fará a diferença e resultará na primeira derrota no cartel do americano, que venceu as 11 lutas de MMA que disputou até hoje, no combate marcado para o dia 24 de maio, em Las Vegas.

"Não só eu, mas muita gente espera que ele possa trazer mais um cinturão para o Brasil. Quanto ao Lyoto, esse jogo dele de entra e sai é muito perigoso, um jogo chato. O Weidman é um cara duro, um cara que está muito focado aí, mas eu acho que Lyoto pode vencer sem dúvida nenhuma", avaliou Barão, que mostrou mais segurança ao apostar em Glover Teixeira.

Gleison Tibau fez uma análise mais profunda, destacou o equilíbrio, mas disse que os brasileiros vão se sobressair."Vão ser batalhas muito difíceis. O Jon Jones é um talento nato, um cara muito versátil um cara que faz as coisas diferente na modalidade, é um cara muito perigoso, mas o Glover Teixeira é um cara que tem um foco de samurai", disse o potiguar, que continuou:

"O Chris Weidman é um fenômeno, é um cara muito forte que tem wrestling, boxe e um físico muito forte. Um cara completo na modalidade de hoje, mas eu vou ficar com o Lyoto. Ele tem um jogo diferente, com uns golpes muito perigosos, muito rápidos", explicou Tibau, que apostou nos dois brasileiros.

Mais direto que seus colegas, José Aldo não titubeou: "primeiramente, serão dois nocautes. O Lyoto tem um jogo muito difícil de lutar que vai complicar muito a vida do Weidman, que é um cara muito duro que você tem que respeitar, mas o Lyoto para mim é a primeira aposta. O Glover é um cara que tem um wrestling muito bom, que é um dos pontos fortes do Jon Jones, e um boxe muito afiado também".

O trio brasileiro não luta neste domingo, no UFC Fight Night: Shogun vs. Henderson 2, cujo card principal terá início às 20h (de Brasília).

Tags: brasileiros, card, lutas, principal, ufc

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.