Jornal do Brasil

Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

Esportes

FBI investiga suborno para escolha da Copa no Catar

Agência ANSA

A escolha do Catar para sede da Copa do Mundo de 2022 virou caso de investigação para o FBI, informa o jornal O Estado de São Paulo. A suspeita do FBI é de compra do voto de Jack Warner, ex-dirigente da Fifa, e também de que, com esse dinheiro, ele tenha feito com que outros membros da entidade dessem o voto para o Catar. 

O FBI quer explicações sobre alguns documentos que possui, que mostram que as empresas do ex-representante do Catar na Fifa, Mohamed Bin Hammam, teriam enviado US$ 1,2 milhão para as contas de Warner no dia 15 de dezembro de 2010. No mesmo período, foram remetidos mais US$ 1 milhão para a conta do filho de Warner e empregados de suas empresas.    

Warner foi afastado da entidade em 2011, quando se candidatou à presidência da Fifa. Isso porque ficou comprovado que ele e Bin Hammam distribuíram subornos para outros dirigentes para ganhar a eleição. Os dois foram expulsos do futebol. 

Tags: catar, compra, escândalos, Fifa, votos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.