Jornal do Brasil

Quinta-feira, 18 de Dezembro de 2014

Esportes

CT baiano que custou mais de R$ 3,5 mi tem legado confuso

Portal Terra

“O CT vai se pagar”, afirma com confiança o prefeito do município baiano de Mata de São João, que corre contra o tempo para receber a preparação da Croácia durante a Copa do Mundo no Centro de Treinamento local, ainda em construção. A justificação da carimbada palavra legado para a cidade de apenas 45 mil habitantes são várias, mas a prática de tais ideias levanta dúvidas que o CT realmente “se pague”.

Orçado inicialmente em cerca de R$ 2,8 milhões, o local ainda em construção recebeu aporte de mais R$ 700 mil no fim de 2013. Do valor total de R$ 3.571.417, R$ 2.044.033 são do tesouro do município e R$ 1.527.384 são do Governo Federal. O valor ainda pode ter aumentos com a corrida contra o tempo para o local ficar pronto.

Durante conversa com jornalistas, representantes locais deram justificativas de como o dinheiro voltará aos cofres público ou sobre o tradicional legado do CT da Praia do Forte, mas não ofereceram nenhuma certeza do futuro após a Copa. Veja abaixo algumas das justificativas de representantes locais e os fatores que pesam contra cada ideia:

Turismo

De fato, a presença da Croácia no local com certeza aumentará a visibilidade do destino turístico já bastante conhecido, principalmente pela seleção ser adversária do Brasil na estreia. Contudo, em muitos momentos da coletiva, tanto o prefeito quanto membros da rede hoteleira local afirmaram que as variações durante o ano de ocupação de hotéis na região - da qual Praia do Forte é o nome mais conhecido - são muito poucas e que em vários momentos resorts da cidade ficam com 100% de ocupação.

“Celeiro de craques”

A justificativa do uso da população é correta, mas vaga. O fato de os cidadãos do município poderem usufruírem do que foi construído com dinheiro público é lógico, mas é preciso muitos outros fatores somados para completar a ideia de “celeiro de craques”. Para isso, será necessário um investimento permanente em esportes que resista a mudanças políticas na região. 

Equipes baianas

A cidade de Mata de São João ainda não possui um time de expressão para usar o local para treinamentos e é uma aposta arriscada contar com um outro clube baiano para utilizar o CT. Atualmente apenas Bahia e Vitória fazem parte das três primeiras divisões nacionais. 

Equipes de fora

É bastante vago pensar que uma equipe de regiões mais ao Sul do Brasil tenham a intenção de fazer pré-temporada no local e pagando à prefeitura de Mata de São João. É mais provável que os times peçam dinheiro em troca para saírem por exemplo de São Paulo, onde os quatro grandes possuem CTs próprios, para treinarem na Bahia, assim como clubes europeus fazem com a Ásia.

Tags: Bahia, copa do mundo, CT, custo, legado

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.