Jornal do Brasil

Quinta-feira, 30 de Outubro de 2014

Esportes

Valcke garante que Fifa não usa recursos públicos

Agência ANSA

O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, afirmou que a entidade não está usando dinheiro público na realização da Copa do Mundo de 2014, que começa no dia 12 de junho em São Paulo. Segundo ele, só foram utilizados recursos dos seus "parceiros comerciais".    

"A Fifa está investindo no país perto de US$ 800 milhões [R$ 1,9 bilhão], enquanto o custo total do Mundial para a entidade é de US$ 1,3 bilhão [R$ 3,1 bilhões]. Neste montante estão incluídos os prêmios para as equipes e custos adicionais", afirmou o francês em uma entrevista publicada no site da federação.    

No centro dos recentes protestos contra a Copa no Brasil está o alto custo do torneio para o país -- principalmente dos estádios --, dinheiro esse que os manifestantes gostariam de ver investidos na saúde, no transporte e na educação. 

"A Fifa não pede apoio financeiro às autoridades brasileiras, tudo aquilo que foi gasto pelas cidades e pelo governo permanecerá no país", concluiu o dirigente.

Tags: 2014, brasil, custos, Mundial, Obras

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.