Jornal do Brasil

Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

Esportes

Valcke volta a criticar atrasos e cobra entrega de últimos estádios

Portal Terra

Em entrevista em vídeo veiculado no site oficial da Fifa, o secretário-geral Jeróme Valcke voltou a cobrar as sedes para a entrega total com o máximo de antecedência em relação à Copa do Mundo. Valcke ressaltou que é de extrema importância para a Fifa que o entorno esteja pronto o quanto antes, sem antes cutucar o atraso que acompanhou a entrega da maioria deles.

“A boa notícia seria, para ser honesto, ter o estádio em dezembro de 2013, não em março 2014”, afirmou Valcke ao ser questionado o quanto importante era a inauguração da Arena Amazônia, realizada no último fim de semana. A Fifa estabeleceu dezembro de 2013 como limite para a entrega, mas atrasos fizeram a entidade estender o prazo até março ou até abril.

“A boa notícia (da inauguração) é que podemos trabalhar com todas as instalações e com os critérios técnicos que precisamos para a Copa do Mundo (...) Quando recebemos precisamos testar todas as facilidades, como por exemplo se os ingressos vendidos têm o respectivo assento”, explicou Valcke, antes de pressionar as sedes que ainda não entregaram o estádio.

“(A entrega de Manaus) empurra os outros estádios a entender que as restantes realmente precisam aparecer (ficarem prontas)”, afirmou, em referência indireta à Arena Corinthians, Arena da Baixada e Arena Pantanal, que estão em fase final de obras.

Valcke ainda citou outro estádio para explicar o que a Fifa espera das cidades sedes nesta reta final de preparação. “Tudo o que falamos sobre facilidades é alvo de muita discussão. Mas por exemplo.... Fora do estádio de Porto Alegre (Beira-Rio) não tem pavimento. Assim não podemos colocar instalações de TV e de hospitalidades”, disse.

Para o secretário, os problemas no entorno do estádio extrapolam ao controle da Fifa. “É uma corrida que não é só da Fifa. É também do COL, do Governo e das cidades que tem que correr para ter os estádios e as facilidade prontas para a Copa do Mundo”, afirmou.

Tags: 2014, atrasos, brasil, Copa, Mundo, Obras

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.