Jornal do Brasil

Sábado, 25 de Outubro de 2014

Esportes

Presidente do Bayern é condenado por evasão fiscal

Agência ANSA

O presidente do Bayern de Munique, Uli Hoeness, foi condenado pelo crime de evasão fiscal a três anos e seis meses de prisão. Hoeness desviou 27,2 milhões de euros (R$ 88,4 milhões) e a promotoria pediu mais de cinco anos de prisão por considerar um "delito muito grave", porém o juiz do caso entendeu que a pena poderia ser menor.    

Na segunda-feira (10), o presidente do time alemão havia declarado  que faria "todo o possível para que esse caso, que tem me provocado fortes tensões, seja encerrado". 

Antes da acusação judicial, o dirigente era conhecido como "referência moral" e tinha sido elogiado pela chanceler alemã, Angela Merkel. 

Tags: alemão, clube, condenação, desvios, presidente, recursos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.