Jornal do Brasil

Quinta-feira, 28 de Agosto de 2014

Esportes

Violência em Sport x Santa Cruz tem 9 presos e pouca esperança de melhora

Portal Terra

As cenas de violência entre torcedores do Sport e Santa Cruz foram vistas em quase toda a região metropolitana do Recife, após o clássico da última quinta-feira. Assim como o Centro do Recife, na orla de Boa Viagem, nos terminais integrados de Cajueiro Seco, Jaboatão e Tancredo Neves, também foram vistas cenas de vandalismo. E a Polícia Militar prevê apenas pequenas mudanças no esquema de segurança para os próximos jogos.

Diretor da Diretoria Integrada Metropolitana da Polícia Militar, o coronel João Neto foi escalado para responder à imprensa sobre os muitos incidentes ocorridos após a partida da última quinta-feira, protagonizados em sua maior parte por integrantes ou pessoas que se vestiam com as roupas da Inferno Coral e da Torcida Jovem do Sport. Ele afirmou que, além das dezenas de detenções, nove torcedores foram presos e encaminhados para delegacias.

Ele afirmou que a PM vem percebendo que as torcidas vem modificando os pontos de enfrentamentos. “Eu acredito que com a presença da polícia nos arredores esses problemas tendem a se deslocar um pouco para mais distante, então parte desse efetivo que está interno tão logo acabe a partida estará reforçando áreas externas, assim que a situação dentro do estádio estiver tranquila”, explicou, lembrando que hoje o policiamento externo já avança para as estações do metrô, terminais integrados e grandes avenidas.

Ele diz que não está sendo discutida a possibilidade de proibir a entrada de torcedores nos próximos jogos. “Não recebemos nenhum pedido oficial, até porque o jogo de futebol é organizado pela federação e pelos dirigentes dos times envolvidos. Então a limitação não vem sendo discutida. O que já estamos discutindo é o endurecimento de algumas regras em relação às torcidas organizadas”, explicou.

Em relação a vídeo que circula pela internet em que policiais forçam integrantes da Torcida Jovem do Sport a descerem o representante da PM diz que todas as denúncias que chegam através da imprensa são encaminhadas à corregedoria do órgão, que então investiga os procedimentos utilizados pelos policiais.

Na Ilha do Retiro, o Sport contabilizou também algumas perdas materiais. Integrantes da Inferno Coral novamente depredaram o banheiro do clube e ainda arremessaram os objetos para fora do estádio. Assim, mais uma vez serão enviadas as fotos para a Federação Pernambucana de Futebol (FPF) para que sejam tomadas as devidas providências, garante o clube.

Questionado sobre que mudanças poderiam ser adotadas para os próximos jogos, para evitar que cenas de violência voltem a acontecer, o coronel João Neto apenas lembrou que após todos os grandes jogos é realizado na PM uma reunião com os órgãos envolvidos para discutir o esquema de transporte, trânsito e segurança, envolvendo representantes da FPF, CBTU, Metrô, Grande Recife, CTTU e entidades de segurança.

Tags: polícia, prisões, Recife, torcedores, violência

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.