Jornal do Brasil

Domingo, 21 de Janeiro de 2018 Fundado em 1891

Esportes

Jogos Paralímpicos de Sochi sofrem boicote de diversos países

Agência ANSA

Os Jogos Paralímpicos de Sochi nem começaram e já foram anunciados boicotes de diversos países à cerimônia de abertura do evento nesta sexta-feira (7). Estados Unidos, Grã-Bretanha, Noruega, Finlândia e França divulgaram que não enviarão nenhum representante oficial ao evento - que contará com a presença do presidente russo, Vladimir Putin. Os atletas desses países participarão normalmente dos Jogos.    

A decisão foi tomada após o governo russo estar diretamente envolvido na grave crise política da Ucrânia, especialmente por manter suas tropas em alerta na Crimeia. Já a delegação ucraniana informou que não irá boicotar o evento em nome da paz. O chefe do comitê olímpico da Ucrânia, Valeri Sushkevich, declarou que "ficaremos para os Jogos e queremos competir pela paz em nosso país. Não se pode iniciar uma guerra durante as Paralimpíadas. Espero que a equipe nacional possa obter um resultado digno".

Doping

Foi confirmado o primeiro caso de doping nos Jogos Paralímpicos. O atleta italiano Igor Stella, 23, que competiria pela equipe de hóquei no gelo deu positivo para esteroides anabolizantes. Ele já foi suspenso pela equipe italiana. 

Tags: Inverno, deficientes, olimpíadas, putin, russia

Compartilhe: