Jornal do Brasil

Sexta-feira, 1 de Agosto de 2014

Esportes

Arouca se manifesta sobre caso de racismo

Volante foi chamado de macaco por torcedores do Mogi Mirim

Agência ANSA

O volante do Santos, Arouca, divulgou uma nota em que repudia as ofensas racistas que recebeu após a goleada santista sobre o Mogi Mirim, por 5 a 2, nesta quinta-feira (06). "É lamentável e inaceitável que ainda haja espaço para esse tipo de coisa hoje em dia. Isso só mostra que o ser humano ainda tem muito a evoluir e a crescer", declarou o jogador.    Ele ainda ressaltou que tem orgulho de suas origens africanas e citou grandes jogadores negros da história do país, como Pelé e Leônidas. 

Arouca aproveitou para citar os casos de Tinga pela Libertadores e do árbitro gaúcho que também sofreram preconceito. "Sentir na pele o que aconteceu comigo hoje - logo depois do que fizeram com o Tinga outro dia e também do caso do juiz no Rio Grande do Sul - me deixa muito decepcionado", ressaltou na nota.    

Arouca também afirmou que espera que esse tipo de caso seja severamente punido. "A impunidade e a conivência das autoridades com as pessoas que fazem esse tipo de coisa são tão graves quanto os próprios atos em si", finalizou o jogador. 

Tags: futebol, gritos, racistas, Santos, Torcida

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.