Jornal do Brasil

Quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

Esportes

Renato Gaúcho destaca força do grupo e variação do esquema tricolor

Jornal do Brasil

Ainda se recuperando de cirurgia na vesícula, realizada quinta-feira passada, dia 27 de fevereiro, Renato Gaúcho fez questão de comandar o Fluminense na goleada por 5 a 1 sobre o Friburguense, que praticamente definiu a classificação às semifinais do Campeonato Carioca. Em alguns momentos, ele assistiu ao jogo sentado numa caixa térmica. O técnico reafirmou seu discurso realista, após a boa vitória no Maracanã.

"Conquistamos um grande passo, mas o Botafogo pode chegar a 27 pontos. O Fluminense fez a parte dele, conseguimos mais três pontos. Na minha cabeça, o time está classificado, a não ser uma zebra, um crime muito grande. Fizemos a nossa parte e esperamos o jogo de domingo", afirmou Renato, ressaltando que na rodada anterior o time também apresentou bom futebol:

"Não foi nada diferente do que fizemos contra a Cabofriense. No intervalo, troquei um atacante por outro. Não adianta ter só o plano A. Tem que ter o B, o C. Você não sabe o que pode acontecer numa partida ou na véspera de outra. Pode perder um jogador e precisar de outros. Os dois esquemas têm agradado. Os atacantes pelos lados voltam para ajudar na marcação dos laterais. Fomos bem contra a Cabofriense, tivemos chances de gols, mas não fizemos. No intervalo só troquei o Sobis porque ele está desgastado, os garotos estão pedindo passagem. Coloquei o Biro Biro e o Marquinho (Marcos Júnior) em ação para ver como se comportariam", disse Renato.

O treinador explicou que o conjunto tem de prevalecer para que o time conquiste bons resultados e destacou a entrega dos jogadores do Fluminense. O objetivo é que todos se apliquem na hora em que o adversário esteja com a bola e ataquem em massa depois de roubá-la.

"Esse é o espírito. Um grupo se forma assim. Não é porque são atacantes que não vão marcar. A Seleção joga assim hoje, com atacantes voltando para marcar. A não ser que apareça um fora de série que não marque e faça três gols por jogo. Esse está liberado de marcar. Mas esse é o espírito, todo mundo se ajudando. Com a bola, temos seis ou sete jogadores liberados para atacar", concluiu.

O Fluminense está na vice-liderança da Taça Guanabara, primeira fase do Campeonato Carioca. Os quatro primeiros se classificam para as semifinais da competição. No próximo domingo, 9, o Tricolor enfrenta o Duque de Caxias, às 16h, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

Site do Flu

Tags: Carioca, Flu, futebol, Gaúcho, tabela

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.