Jornal do Brasil

Sexta-feira, 29 de Agosto de 2014

Esportes

Ex-cruzeirense se oferece para defender Itália na Copa

Portal Terra

A onda de naturalizações parece não ter fim no futebol de seleções. O lateral direito Jonathan, ex-Cruzeiro e Santos, afirmou publicamente seu interesse em ser mais um jogador a optar pela Itália a menos de 100 dias para a Copa do Mundo. Em destaque na Inter de Milão, ele tem passaporte italiano e jamais defendeu a Seleção Brasileira em um torneio oficial. 

"Estou pronto. Se o treinador (Cesare Prandelli) me chamasse, ficaria contente de jogar pela Itália", declarou Jonathan em entrevista reproduzida pelo jornal Gazzetta Dello Sport nesta quarta-feira. 

Em sua história, a seleção da Itália conta com mais de 40 jogadores nascidos em outros países que foram convocados. A lista dos que podem ir à Copa do Mundo cresce nesta quarta-feira, já que o zagueiro argentino Gabriel Paletta, destaque do Parma, fará sua estreia em amistoso contra a Espanha em Madri. Neto de italianos, Paletta é estrangeiro como o também argentino Osvaldo e o brasileiro Thiago Motta. 

Em atividade na Itália há menos de quatro anos, Jonathan passou rapidamente pelo Parma, mas se estabeleceu titular na atual temporada com a Inter de Milão. Ele tem dois gols e cinco assistências em 24 jogos nesta edição do Campeonato Italiano. Cesare Prandelli, em suas últimas listas, tem optado por Maggio (Napoli) e Abate (Milan) para a lateral direita.

Tags: brasileiros, estrangeiros, itália, Santos, seleções

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.