Jornal do Brasil

Sábado, 24 de Fevereiro de 2018 Fundado em 1891

Esportes

Brasil sobreviverá sem ele, diz Parreira sobre Diego Costa

Portal Terra

Em uma entrevista organizada pela Federação Sul-Africana de Futebol, o coordenador técnico da Seleção, Carlos Alberto Parreira, não escapou de questionamentos relacionados ao Brasil. A escolha de Diego Costa pela Espanha ainda gera estranheza entre estrangeiros, que consideram o jogador uma perda brasileira para a Copa do Mundo.

"Ele esteve com a gente por duas vezes e jogou. Nós decidimos por sua ausência na Copa das Confederações. Depois ele fez a sua decisão e respeitamos. É um grande jogador, gostaríamos de ter ele aqui", disse o coordenador técnico, antes de dizer em tom de brincadeira. "O Brasil sobreviverá sem ele. Não se preocupe", afirmou.

Convocado para os amistosos contra Itália e Rússia em março, Diego Costa chegou a jogar com a camisa verde-amarela, mas, preterido na Copa das Confederações, aceitou um convite da Espanha. A situação gerou uma queda-de-braço, com a CBF tentando manter o jogador na Seleção. Sem sucesso, já que o atacante recusou a convocação para enfrentar Austrália e Portugal em setembro.

Para prevenir casos parecidos, a CBF enviou para a Europa o técnico da Seleção Sub-20, Alexandre Gallo. Ele faz um tour pelo continente e conversa com jovens valores brasileiros que um dia poderiam optar pelo caminho de Diego Costa. Vale lembrar que Thiago Alcântara, filho do tetracampeão Mazinho, também defenderá a Espanha em amistoso nesta quarta.

Parreira adotou o mesmo discurso de Felipão ao comentar a disputa por posições na Seleção até a Copa do Mundo. "O grupo ainda não está fechado", disse o coordenador antes de jogar um balde de água fria nos candidatos a surpresa e dizer que restam poucas dúvidas para a convocação final.

Tags: Amistoso, brasileira, seleção, vagas, áfrica

Compartilhe: