Jornal do Brasil

Sábado, 22 de Novembro de 2014

Esportes

Brasil sobreviverá sem ele, diz Parreira sobre Diego Costa

Portal Terra

Em uma entrevista organizada pela Federação Sul-Africana de Futebol, o coordenador técnico da Seleção, Carlos Alberto Parreira, não escapou de questionamentos relacionados ao Brasil. A escolha de Diego Costa pela Espanha ainda gera estranheza entre estrangeiros, que consideram o jogador uma perda brasileira para a Copa do Mundo.

"Ele esteve com a gente por duas vezes e jogou. Nós decidimos por sua ausência na Copa das Confederações. Depois ele fez a sua decisão e respeitamos. É um grande jogador, gostaríamos de ter ele aqui", disse o coordenador técnico, antes de dizer em tom de brincadeira. "O Brasil sobreviverá sem ele. Não se preocupe", afirmou.

Convocado para os amistosos contra Itália e Rússia em março, Diego Costa chegou a jogar com a camisa verde-amarela, mas, preterido na Copa das Confederações, aceitou um convite da Espanha. A situação gerou uma queda-de-braço, com a CBF tentando manter o jogador na Seleção. Sem sucesso, já que o atacante recusou a convocação para enfrentar Austrália e Portugal em setembro.

Para prevenir casos parecidos, a CBF enviou para a Europa o técnico da Seleção Sub-20, Alexandre Gallo. Ele faz um tour pelo continente e conversa com jovens valores brasileiros que um dia poderiam optar pelo caminho de Diego Costa. Vale lembrar que Thiago Alcântara, filho do tetracampeão Mazinho, também defenderá a Espanha em amistoso nesta quarta.

Parreira adotou o mesmo discurso de Felipão ao comentar a disputa por posições na Seleção até a Copa do Mundo. "O grupo ainda não está fechado", disse o coordenador antes de jogar um balde de água fria nos candidatos a surpresa e dizer que restam poucas dúvidas para a convocação final.

Tags: áfrica, Amistoso, brasileira, seleção, vagas

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.