Jornal do Brasil

Quinta-feira, 18 de Dezembro de 2014

Esportes

São Paulo pressiona Santos, mas empata e mantém jejum de vitórias

Portal Terra

O Morumbi viu neste domingo um clássico bastante movimentado. Em busca de encerrar série de jogos sem vitórias, o São Paulo pressionou o Santos, mas ficou no empate por 0 a 0. É o quarto jogo sem triunfos da equipe tricolor, que tenta garantir a classificação para próxima fase do Campeonato Paulista. Já a equipe do técnico Oswaldo de Oliveira tem apenas seu terceiro tropeço no torneio.

Com o resultado, o São Paulo chega a 15 pontos e fica na segunda colocação do Grupo A, com três a menos que o Penapolense. Já o Santos lidera com tranquilidade a Chave C, agora com 23 pontos, cinco a mais que a Ponte Preta.

A partida começou com as surpresas na escalação do São Paulo. Muricy Ramalho barrou Paulo Henrique Ganso e deixou Pabón como o armador da equipe. No auxílio apareceu Douglas, que voltou ao time titular após perder espaço no início da temporada. Já o Santos veio com a base que vem dando resultados, com o trio de ataque formado por Geuvânio, Thiago Ribeiro e Leandro Damião.

O começo da partida viu um Santos disposto a marcar a saída de bola do São Paulo, que se complicava nos erros de passe. A primeira grande chance de gol saiu aos 8min, a partir de erro de Rogério Ceni, mas o próprio goleiro se recuperou e fez defesa em chute de Geuvânio. Damião ainda aproveitou rebote, mas Rodrigo Caio afastou o arremate.

Morumbi também observou um jogo bastante quente, com carrinhos duros de ambos os lados. O resultado foi que antes dos 30 minutos cada time já havia recebido dois cartões amarelos. Com o passar do tempo, o São Paulo passou a ditar o ritmo do jogo e tinha suas principais jogadas na bola aérea, que buscava a presença de Luís Fabiano e Antônio Carlos. Aos 42min, Paulo Miranda aproveitou rebote e só não abriu o placar porque o chute desviou em Rodrigo Caio.

O segundo tempo viu um São Paulo bastante superior e que mantinha o Santos acuado em seu campo de defesa. O goleiro Aranha precisou trabalhar muito e evitou gols de Maicon e Pabón em chutes perigosos. As chances do time visitante ocorriam principalmente por erros da equipe adversária, como vacilo de Rodrigo Caio aos 3min, que resultou em chute venenoso de Mena.

O Santos teve sua melhor oportunidade na partida aos 26min, em cabeçada de Leandro Damião que foi interrompida por excelente defesa de Rogério Ceni. A seguir, Muricy optou por lançar Ganso ao jogo no lugar de Douglas. O São Paulo teve mais uma chance de abrir o placar em falta cobrada por Ceni aos 37min, mas a bola passou por cima do gol de Aranha. A partida ainda viu a polêmica aparecer, já que Rildo foi derrubado na área, mas a arbitragem cancelou o pênalti por impedimento no início do lance.

Tags: arbitragem, ganso, gol, partida, placar, polêmica

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.