Jornal do Brasil

Domingo, 20 de Abril de 2014

Esportes

Fla derruba Vasco em clássico de polêmicas e pontapé inicial de Nadal

Portal Terra

O vascaíno que foi ao Estádio do Maracanã certamente saiu revoltado. Depois de ver o tenista Rafael Nadal dar pontapé inicial, o torcedor viu uma série de polêmicas e a vitória do Flamengo com um gol marcado no final. O clássico terminou 2 a 1 para o Flamengo, que acabou com a invencibilidade do rival no Campeonato Carioca. 

O clássico tinha uma série de candidatos a destaque, principalmente os reforços contratados recentemente. Mas o principal destaque no primeiro tempo foi o juiz Eduardo Cordeiro Guimarães e seus auxiliares. Ele já chamou atenção ao criar a primeira polêmica aos 11min. O destaque era para ser Douglas, que fazia sua estreia e cobrou a falta com muita qualidade. A bola bateu no travessão, pingou dentro do gol e saiu. Porém, nem o árbitro, nem o bandeirinha e nem mesmo auxiliar que estava atrás do gol perceberam.

Mesmo assim, o Vasco continuou a mandar no jogo. O Flamengo até assustou em uma finalização de Léo Moura, mas o time cruzmaltino respondeu com uma boa cobrança de falta de Fellipe Bastos e outro lance polêmico: aos 30min, Everton Costa caiu na área e reclamou de pênalti.

Com tanta insistência, o Vasco conseguiu marcar aos 36min: Douglas puxou uma tabela em velocidade na direita, foi para a linha de fundo e tocou para trás, nos pés de Fellipe Bastos, que balançou a rede.

Mas novamente Eduardo Cordeiro Guimarães apareceu na partida. Aos 39min, após falta marcada quase em cima da linha, Elano cobrou com categoria. O goleiro Martin Silva se esticou, pulou pra trás e espalmou, mas o juiz entendeu que a bola passou da linha. O lance deixou o clima quente e até violento no Maracanã. Após reclamarem muito, os vascaínos desceram para o vestiário furiosos com o juiz.

O intervalo serviu para acalmar os jogadores, já que, durante a etapa final, a partida esfriou. Houve apenas uma polêmica no começo, com pedidos de expulsão de André Santos, mas depois os times se preocuparam em jogar bola. E jogaram mal.

Os melhores ataques eram flamenguistas. Aos 37min, por exemplo, Hernane foi lançado de frente para o goleiro Martin Silva, mas errou ao tentar tocar por cobertura. Porém, aos 44min, Gabriel conseguiu decidir: ele recebeu passe na entrada da área e finalizou com qualidade para o gol.

Tags: ataques, Carioca, derrota, futebol, vasco

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.