Jornal do Brasil

Segunda-feira, 28 de Julho de 2014

Esportes

Leandro Ribela e Jaqueline Mourão estreiam no cross country Sprint

Jornal do Brasil

Líderes do ranking latino-americano das provas de velocidade do esqui cross country, Leandro Ribela e Jaqueline Mourão disputaram a prova de cross country Sprint Livre dos Jogos Olímpicos Sochi 2014, nesta terça-feira, dia 11. Após tomada de tempo individual, os brasileiros não se classificaram entre os 30 mais rápidos que seguiram na competição. Mesmo sem a vaga nas finais, os dois saíram satisfeitos com a performance no Complexo Laura de Esqui e Biatlo, já que esta foi a primeira vez que o Brasil participou de uma prova de Sprint em uma edição de Jogos Olímpicos.

A especialidade dos dois brasileiros são as provas de longa distância no estilo livre. Porém em Sochi só estão sendo disputadas provas curtas nesse estilo."Foi uma prova muito desafiadora pra mim que sou uma atleta de longa distância. Mas como sou líder do ranking, tanto de velocidade quanto de longa distância, a gente decidiu por colocar o Brasil pela primeira vez em uma prova de velocidade. Foi bom, dei tudo o que pude e saio satisfeita", disse Jaqueline, que foi muito aplaudida na linha de chegada.

Depois da prova, a brasileira foi bastante procurada pelo público local, após o narrador oficial do estádio anunciar o histórico de cinco participações olímpicas em três modalidades de Jaqueline. "Achei muito legal o respeito do público pelo que eu tenho feito. Venho de um país sem neve, comecei a esquiar aos 27 anos e acho que eles apreciam isso. Sempre busquei o máximo de minha performance e fazer o meu melhor. Por isso cheguei até aqui", completou a atleta mineira.

Na qualificatória, onde foram realizadas tomadas de tempos individuais dos competidores, Leandro Ribela fez o percurso de 1,8km em 4m21s12, ficando na 80ª colocação entre 86 atletas (303.93 pontos FIS). Jaqueline Mourão marcou 3m02s83 para um percurso de 1,2km, ficando na 65ª colocação entre 67 atletas (242.73 pontos).

Essa foi a segunda participação olímpica do paulista Leandro Ribela, que também disputou Vancouver 2010. "Estou muito feliz com a minha prova. Meu objetivo era conseguir alcançar o máximo do meu esforço físico e mental durante a prova e eu consegui. Cheguei no meu limite. Na parte técnica fiz uma prova muito boa, dentro do que eu tinha planejado e psicologicamente estava muito focado. Então estou muito satisfeito com a minha participação na prova", disse Leandro, que tem um projeto social chamado "Ski na Rua", que, através do esporte, contribui para a inserção social de meninos em São Paulo.

No masculino, após as baterias finais, o ouro ficou com Ola Vigen Hattestad, da Noruega; a prata para Teodor Peterson, da Suécia; e o bronze para Emil Joensson, também da Suécia.  No feminino, a medalha de ouro foi para Maiken Caspersen Falla, da Noruega; a prata para Ingvild Oestberg, da Noruega; e o bronze para Vesna Fabjan, da Eslovênia.

O esqui cross country é uma modalidade de resistência em que os atletas percorrem, com esquis e impulsionados por bastões, variadas distâncias em duas diferentes técnicas. No estilo livre, os atletas utilizam os esquis em um ângulo de 45º, deslizando com mais velocidade.

Depois das provas de cross country desta terça, a próxima participação brasileira será novamente de Jaqueline Mourão, na prova Individual 15km do biatlo, e de Josi Santos, no esqui aéreo, na próxima sexta-feira, dia 14.

O Brasil participa dos Jogos Sochi 2014 quebrando recordes de atletas e modalidades classificados para uma edição de Jogos Olímpicos - 13 atletas em sete modalidades, com estreias no bobsled feminino, patinação artística, esqui aéreo e biatlo. Além disso, o Time Brasil é a maior delegação latino-americana em Sochi.

Tags: brasileira, esqui, Inverno, jogos, participação

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.