Jornal do Brasil

Quarta-feira, 17 de Setembro de 2014

Esportes

Brasileiros do bobsled chegam a Sochi e tentam adaptação rápida ao fuso

Portal Terra

A segunda-feira na Rússia marcou a chegada dos primeiros brasileiros a Sochi para a disputa da Olimpíada de Inverno. Após o desembarque de Isabel Clark e Josi Santos, foi a vez de as equipes de bobsled chegarem ao balneário russo para fazer sua preparação final para os Jogos de 2014. A primeira meta é a adaptação ao fuso horário local.

"Foi uma viagem longa, saímos dia 1º e chegamos hoje. Mas foi tudo bem. Acabamos de chegar, mas já esperamos chegar treinando e competindo. Ainda hoje faremos as primeiras descida, hoje e amanhã, reconhecendo a pista", afirmou o treinador Cristiano Paes.

O técnico estava no Canadá e vai enfrentar 11 horas de diferença em relação a Sochi, o que constituiu na primeira dificuldade de adaptação. "Para quem estava no Brasil não foi tanto, mas eu, minha assistente e a Fabiana (Santos, da dupla feminina) estávamos em Calgary, e de lá são 11 horas de diferença. Íamos dormir cada vez mais tarde, fomos para a cama 10h, 12h. Passávamos a noite em claro e treinávamos 8h", contou.

Único remanescente dos Jogos de Inverno de 2006, Edson Bindilatti se mostrou animado com a perspectiva de contato com o público e contou as diferenças em relação a outras equipes do Brasil. "A parte de pilotagem é diferente. O Edson ajuda muito, os empurradores empurram e não fazem mais tanta coisa. No Canadá, eles têm jogadores de futebol americano que entram um mês antes e ajudam pouco", disse.

A terça-feira em Sochi será marcada pelo hasteamento da bandeira na Vila Olímpica, em Krasnaya Polyana. O dia ainda conta com o desembarque da mineira Jaqueline Mourão, atleta do biatlo e do cross country.

Tags: brasil, equipe, Inverno, olimpíada, russia

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.