Jornal do Brasil

Sexta-feira, 19 de Dezembro de 2014

Esportes

Unilever Vôlei recebe o São Bernardo com reforço na torcida

Jornal do Brasil

O Unilever Vôlei voltará a atuar em casa neste sábado (25). Em confronto válido pela Superliga, a equipe comandada por Bernardinho enfrentará o São Bernardo, às 17h, no ginásio do Tijuca Tênis Clube. Sem contar com Fofão, que se recupera de uma contratura na panturrilha esquerda, o atual campeão da competição espera contar com o reforço da sua torcida. Para isso, manteve a promoção de ingressos, com preço único de R$ 10 (R$ 5 a meia-entrada).

Já que não poderá ajudar como gostaria, dentro da quadra, Fofão prometeu apoio ao time como espectadora. “Estou bem, fazendo fisioterapia e academia. Claro que gostaria de estar em quadra para ajudar minhas companheiras, mas só retornarei quando estiver 100%. Desta maneira posso contribuir mesmo. Enquanto isso, fico dando força do lado de fora. Confio muito na equipe e espero que a torcida compareça para nos apoiar”, afirmou Fofão.

No lugar de Fofão, para “comandar” o Unilever Vôlei, estará Roberta. Com oportunidade de jogar mais tempo, a levantadora lamenta apenas o fato da chance ter aparecido em decorrência do tratamento de um dos seus ídolos no esporte. “Infelizmente essa oportunidade apareceu de uma forma não muito boa. Mas desde o início senti muita confiança da Fofão em mim. Ela me passou muita força e isso me ajuda muito em quadra. Fico mais segura, confiante com essa troca de respeito e confiança que temos. Estou tentando aproveitar o momento da melhor maneira possível, me ajustando cada vez mais com as meninas”, disse Roberta.

A levantadora é tida como o cérebro de qualquer time de vôlei. Como é responsável por distribuir as jogadas, tentando confundir a defesa adversária, precisa estar afiada. E o ritmo de jogo influencia muito nisso. Com mais tempo em quadra, Roberta já vê melhora em seus movimentos e espera evoluir ainda mais.

“Já sinto diferença em meu jogo por ter pego mais ritmo. Mesmo com os treinamentos, o fato de estar em quadra é diferente. Fico feliz em ver que estou evoluindo e vou continuar trabalhando forte para seguir crescendo. Fica tudo mais nítido... a leitura, a rapidez das jogadas, as decisões que precisamos tomar. Preciso estar atenta à isso tudo e quanto mais tempo jogando, melhor”, analisou.

Sobre o adversário deste sábado, Roberta alerta para a experiência das oponentes. E apesar do São Bernardo ocupar apenas a 10ª posição na Superliga, não acredita em jogo fácil. “Estamos estudando elas desde que voltamos do Maranhão. Com o andar da Superliga, as equipes vão se encontrando, criando mais forma e sabemos que vai ser difícil. O São Bernardo conta com jogadoras experientes e não podemos perder a concentração nem por um instante. Acredito em nosso time, trabalhamos muito para vencer mais esse jogo e espero que a torcida compareça para nos ajudar”, finalizou.

 

Tags: quadra, Rio, sábado, Tijuca, vôlei

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.