Jornal do Brasil

Quinta-feira, 26 de Abril de 2018 Fundado em 1891

Esportes

Polêmica envolvendo contrato de Neymar cria briga entre jornais

Jornal do Brasil

A polêmica envolvendo os valores da negociação de Neymar com o Barcelona criaram uma rusga entre jornais da Catalunha e da capital espanhola Madri. Nesta terça-feira, o Mundo Deportivo questionou a origem da informação, relembrando do passado do jornalista Eduardo Inda, que escreveu a reportagem do jornal El Mundo, que disse que o clube catalão desviou 38 milhões de euros (R$ 121 milhões) da contratação de Neymar. 

Segundo o Mundo Deportivo, Inda (ex-diretor do Marca) já chamou Josep Guardiola de "terrorista" quando o treinador dirigia o Barcelona e assegurou que os jogadores da equipe catalã se drogavam para melhorar seu rendimento em campo. O jornal catalão ressalta ainda que o jornalista já tinha acusado há quatro meses que Neymar havia custado 140 milhões de euros (83 milhões a mais do que o Barcelona diz que valeu a negociação).

O Mundo Deportivo vai além e diz que "nos círculos jornalísticos de Madri existe uma ligação estreita com a vontade e influência de Florentino Perez (presidente do Real Madrid)". O jornal catalão diz que o dirigente do Real é o principal instigador de uma investigação em torno da contratação de Neymar.

O jornal El Mundo divulgou ontem documentos obtidos que mostrariam que o valor real da contratação do brasileiro foi de 95 milhões de euros (R$ 304 milhões), e não os 57 milhões de euros (R$ 182 milhões) declarados pela equipe catalã. Esta é a última das polêmicas envolvendo a transferência, que está sendo investigada pela Justiça espanhola.

O Santos poderá tomar medidas para receber mais dinheiro pela venda de Neymar ao Barcelona caso os valores que foram informados pelo clube catalão na negociação tenham sido maquiados. 

Portal Terra


Tags: Espanha, barcelona, dinheiro, futebol, neymar

Compartilhe: