Jornal do Brasil

Quarta-feira, 17 de Setembro de 2014

Esportes

Polêmica envolvendo contrato de Neymar cria briga entre jornais

Portal Terra

A polêmica envolvendo os valores da negociação de Neymar com o Barcelona criaram uma rusga entre jornais da Catalunha e da capital espanhola Madri. Nesta terça-feira, o Mundo Deportivo questionou a origem da informação, relembrando do passado do jornalista Eduardo Inda, que escreveu a reportagem do jornal El Mundo, que disse que o clube catalão desviou 38 milhões de euros (R$ 121 milhões) da contratação de Neymar. 

Segundo o Mundo Deportivo, Inda (ex-diretor do Marca) já chamou Josep Guardiola de "terrorista" quando o treinador dirigia o Barcelona e assegurou que os jogadores da equipe catalã se drogavam para melhorar seu rendimento em campo. O jornal catalão ressalta ainda que o jornalista já tinha acusado há quatro meses que Neymar havia custado 140 milhões de euros (83 milhões a mais do que o Barcelona diz que valeu a negociação).

O Mundo Deportivo vai além e diz que "nos círculos jornalísticos de Madri existe uma ligação estreita com a vontade e influência de Florentino Perez (presidente do Real Madrid)". O jornal catalão diz que o dirigente do Real é o principal instigador de uma investigação em torno da contratação de Neymar.

O jornal El Mundo divulgou ontem documentos obtidos que mostrariam que o valor real da contratação do brasileiro foi de 95 milhões de euros (R$ 304 milhões), e não os 57 milhões de euros (R$ 182 milhões) declarados pela equipe catalã. Esta é a última das polêmicas envolvendo a transferência, que está sendo investigada pela Justiça espanhola.

O Santos poderá tomar medidas para receber mais dinheiro pela venda de Neymar ao Barcelona caso os valores que foram informados pelo clube catalão na negociação tenham sido maquiados. 

Tags: barcelona, dinheiro, Espanha, futebol, neymar

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.