Jornal do Brasil

Quarta-feira, 16 de Abril de 2014

Esportes

Após denúncia, Santos exige diferença de valor de venda de Neymar ao Barça

Portal Terra

O Santos poderá tomar medidas para receber mais dinheiro pela venda de Neymar ao Barcelona caso os valores que foram informados pelo clube catalão na negociação tenham sido maquiados. A denúncia foi feita nesta segunda-feira pelo jornal espanhol El Mundo.

Segundo a publicação, o presidente do Barcelona, Sandro Rosell, pagou 95 milhões de euros (mais de R$ 300 milhões em valores atuais) pelo então santista, e não 57 milhões de euros (R$ 180 milhões), conforme informou originalmente. O valor não declarado teria sido destinado a comissões à família de Neymar – em especial ao pai do atacante, para que busque novos jogadores nas categorias de base do Santos.

Segundo o presidente em exercício do Santos, Odílio Rodrigues, o clube paulista irá correr atrás de seu percentual na diferença de valores caso se comprove que o Barcelona pagou mais do que declarou para contratar seu então atacante.

“Gostaríamos de receber essa diferença, de participar disso. Se (o Barcelona) pagou mais, o Santos tem 55% (de direitos econômicos)”, declarou Odílio nesta segunda-feira, em evento na Federação Paulista de Futebol. Neste caso, os santistas receberiam cerca de 20,9 milhões de euros, ou mais de R$ 66 milhões.

“Fazemos tudo com transparência. Não sei se são verdadeiras as informações. O vice do Barcelona diz que gastaram 57 milhões de euros (com a compra de Neymar), então é ele quem tem que dizer se isso é verdade”, completou o presidente santista.

A irregularidade dos números foi levantada em investigações fiscais recentes da Espanha, cujos dados foram coletados entre 2011 e 2013 e foram divulgados apenas em 2014. Caso sejam confirmados tais valores, o brasileiro se tornaria o segundo jogador mais caro da história do futebol mundial, atrás apenas de Gareth Bale (100 milhões de euros).

O presidente do Santos se esquiva do assunto, e diz que tais denúncias partiram de opositores do presidente do Barcelona, Sandro Rosell. “Sei que a oposição do Sandro Rosell fez uma denúncia na justiça e que o Rosell disse que deu 42 milhões de euros para o pai do Neymar”, resumiu.

Tags: atacante, compra, diferença, salarial, Santos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.