Jornal do Brasil

Quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

Esportes

Kaká diz que pensou em largar futebol após lesão na volta ao Milan

Portal Terra

Se não fosse um conselho do vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, Kaká poderia ter encerrado a carreira em 2013. Em entrevista à Rede Globo, o meia de 31 anos confessou que pensou em abandonar o futebol após se machucar em seu primeiro jogo oficial no retorno à equipe italiana, em 15 de setembro, quando sentiu lesão muscular na coxa esquerda.

"Na hora eu falei: 'não sei se quero mais jogar futebol'. Criei toda a expectativa de voltar e no primeiro jogo oficial me machuco... falei 'chega'. Liguei para o Galliani, falei com ele: 'olha, doutor, eu estava na expectativa, teve a torcida, o carinho... não sei como eu vou voltar, em que condições, não quero receber (salários). Não é isso que eu quero'. Ele me falou: 'gostaria de que você tivesse calma nesse momento. Amanhã conversamos'", contou Kaká.

Desde a lesão em seu primeiro jogo, o brasileiro não se machucou mais. Após temporadas difíceis no Real Madrid, convivendo com uma série de problemas físicos e o banco de reservas, ele afirmou que reencontrou o prazer de jogar futebol. "Foi importante essa volta para o Milan, faz muita diferença o rendimento dentro de campo. Aprendi que tem um fator psicológico grande dentro de campo. Faz ficar mais leve, mais solto, quando você está feliz o rendimento é melhor", disse.

Kaká também negou qualquer ressentimento com o técnico José Mourinho, que o manteve quase sempre na reserva do Real Madrid. "Não tenho mágoa, as lesões foram criando uma situação que não me deu condições de jogar. Não culpo o Mourinho ou algum comportamento dele, sempre respeitei a opinião, sempre fiz meu trabalho. Tentei mudar a visão dele no dia a dia e não consegui esse feito, mas foi uma boa experiência", lembrou.

Tags: Brasileiro, Campos, Kaká, Milan, retorno

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.