Jornal do Brasil

Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

Esportes

Georges St-Pierre faz insinuação grave sobre doping entre lutadores

Portal Terra

Afastado do Ultimate Fighting Championship (UFC) por vontade própria, o canadense Georges St-Pierre mostrou que não tem "rabo preso" com a organização. Em entrevista ao canal RDS, o ex-campeão fez insinuações graves sobre o controle anti-doping na maior organização de MMA do mundo. Mas rapidamente ele recebeu a resposta de Lorenzo Fertita, dono do UFC.

Não foi a primeira vez que GSP detonou o controle anti-doping do UFC. Como ele já foi acusado de usar substâncias ilegais, passou a ser um ativista na luta por melhorias nesse sistema. Mesmo quando ainda era campeão do UFC, ele pedia mudanças. Em sua luta mais recente, chegou a pedir que os exames fossem feitos por duas agências. Seu adversário, Johny Hendricks, se negou.

GSP se afastou do MMA em dezembro do ano passado e, um mês depois, ainda tenta esclarecer os motivos dessa decisão. Agora ele diz que a falta de mudanças nos exames anti-doping também explica sua saída.

"O controle anti-doping é uma das razões (da saída do UFC). Isso me incomodou muito", admitiu o canadense, antes de fazer insinuações. Ele entende que o UFC não se interessa por melhorar os exames: "vejo como as coisas estão indo e acho que não faz sentido. Ninguém quer falar sobre isso, mas é preciso debater. Isso é um problema, é estúpido".

GSP disse ainda que, por ser atleta, tem informações internas sobre doping: "sei o que acontece. Mas algumas pessoas, talvez por medo de perder dinheiro, não querem mudar nada. Porque como ficaria a imagem do esporte se você fosse obrigado a cancelar lutas por um atleta ter testado positivo?

Sem qualquer medo do UFC, GSP foi ainda mais longe, já que detonou até o grandiosidade da organização: "existe um monopólio, então os lutadores não têm muito poder. Eles não podem falar o que pensam, pois podem ser punidos".

Questionado depois sobre as declarações de GSP, Lorenzo Fertita mostrou estar irritado: "Fiquei muito desapontado ao ouvir GSP fazer esses comentários. Não acho que nenhuma organização leva estes testes tão a sério quanto nós", assegurou, em entrevista ao site americano Yahoo.

Fertitta também falou sobre o assunto em entrevista para a ESPN americana: "talvez GSP não tenha entendido o nível dos exames que Nevada tem feito. Eles são a autoridade máxima em testes, medicina e tudo mais".

Tags: canadense, Doping, fertita, lutas, ultimate

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.