Jornal do Brasil

Quarta-feira, 23 de Abril de 2014

Esportes

Anderson Silva descarta aposentadoria e diz que sem fratura venceria Weidman

Portal Terra

Anderson Silva falou pela primeira vez à imprensa desde sua derrota para Chris Weidman no UFC 168, em dezembro de 2013. Na ocasião, o lutador brasileiro fraturou a perna esquerda ao acertar chute no americano, que teve sua vitória confirmada e o cinturão mantido. Neste domingo, a Rede Globo exibiu entrevista com o ex-campeão dos médios, que descarta se aposentar dos octógonos.

"Quando você se sente com essa necessidade de parar. Teu corpo e tua mente te fala. Acho que tenho muito ainda para fazer dentro da luta e não tenho essa intenção de parar não", afirmou Anderson. "Eu só pensava em uma coisa: será que acabou? Será que vou voltar a andar? Vão passando várias coisas na cabeça."

Apesar de não desejar a aposentadoria, o brasileiro tem dúvidas sobre seu futuro por conta de seu físico. "Ainda não comecei a fazer fisioterapia. Não consigo levantar o calcanhar. Acabou perdendo força, musculatura da perna. Até melhorar, ficar 100%, pode ser que o médico diga que possa voltar, mas pode ser que não. Tenho que me preparar para isso. Eu estou confiante de que vou poder voltar.

Anderson ainda apostou que venceria Weidman caso não tivesse sofrido sua fratura. "Acho que foi uma fatalidade. Eu tenho plena certeza de que teria vencido ele", disse o ex-campeão do UFC, que não descartou uma terceira luta contra o americano. "Quero fazer o que faço bem, com o cinturão ou não, quero voltar a fazer o que faço bem, que é lutar", avisou.

Tags: derrota, fratura, perna, spider, ufc

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.