Jornal do Brasil

Terça-feira, 23 de Setembro de 2014

Esportes

Brasil fica no Top 10 no primeiro dia do Rally Dakar

Jornal do Brasil

Depois de muita expectativa, o Rally Dakar 2014 começou pra valer neste domingo (5). De Rosário (ARG), os 431 veículos (174 motos, 40 quadriciclos, 147 carros e 70 caminhões), incluindo seis brasileiros, partiram rumo a San Luis para disputa da primeira etapa, que teve um deslocamento de 629 quilômetros e trecho cronometrado de 180 quilômetros. 

Guilherme Spinelli e Youssef Haddad, da Mitsubishi Petrobras, conseguiram um grande resultado para o Brasil ao alcançarem o Top 10 da especial de abertura com o tempo total de 2h30min24s.

Outra dupla nacional, Reinaldo Vareja/Gustavo Gugelmin, também da Mitsubishi Petrobras, foi a 21ª colocada. Eles completaram o percurso em 2h32min51s.

Ainda nos carros, quem surpreendeu foi Carlos Souza e Miguel Ramalho (Haval), que desbancaram os favoritos e venceram a especial do dia com o tempo de 2h20min36s. Orlando Terranova (ARG) e Paulo Fiuza (POR) acabaram em segundo, seguido de Nasser Al-Attiyah (CAT) e Lucas Cruz (ESP). O francês Stephane Peterhansel (FRA), multicampeão do Dakar, e seu parceiro Jean Paul Cottret (FRA) foram apenas os sextos colocados, pouco mais de quatro minutos de desvantagem para os líderes.

No trecho cronometrado das motos, Jean Azevedo e Dário Júlio, da Honda Racing Rally Team, completaram sem maiores dificuldades. Jean, que finalizou o dia com o 25º melhor tempo, em 2h36min12s, chegou a andar entre os quinze mais rápidos após passar pelo primeiro ponto de controle. Já o estreante Dário, que largou em 33º, ganhou quatro posições e terminou em 29º, em 2h37min18s.

Na briga pela liderança, vitória de Joan Barreda, da Honda, com 2h25min31s. Foi a sexta etapa conquistada pelo espanhol em 30 disputadas, em sua jornada na competição. O tricampeão Marc Coma (ESP), da KTM, foi o segundo colocado, 37 segundos atrás do líder, e o pentacampeão Cyril Despres, da Yamaha, o terceiro, com 1 minuto e 40 segundos de desvantagem para o ponteiro.Já nos quadriciclos, categoria mais pilotos sul-americanos do Dakar, Ignacio Casale (Yamaha) começou muito bem. O chileno superou o bicampeão Marcos Patronelli (Yamaha) em 21 segundos e venceu a especial com o tempo 2h38min41s. O jovem argentino Lucas Bonetto (Honda) foi o terceiro.

Tags: brasileiros, corrida, motos, pilotos, Ralí

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.