Jornal do Brasil

Segunda-feira, 21 de Abril de 2014

Esportes

Jornal: Inter poderá receber multa de construtora por atraso no Beira-Rio

Portal Terra

O Internacional promete cobrar uma multa da construtora Andrade Gutierrez caso as obras do Estádio do Beira-Rio não sejam concluídas até 28 de fevereiro, prazo estipulado pela Fifa para a entrega dos estádios para a Copa do Mundo de 2014. A informação foi divulgada pelo jornal Zero Hora desta quinta-feira.

Segundo a publicação, o Inter poderá receber da construtora até 7% do valor do financiamento junto ao BNDES, que totaliza R$ 271, 5 milhões. Com a correção monetária de mais de um ano, a equipe poderá receber R$ 19 milhões. A cada jogo que o clube deixa de realizar em seu estádio por conta de atraso da obra, a Andrade Gutierrez ainda pagaria R$ 1,6 milhão.

A obra custará ao todo cerca de R$ 400 milhões. Segundo informações do clube e da construtora, 97% do estádio já está concluído. Nas próximas duas semanas, uma empresa contratada pelo Inter irá vistoriar mais de 900 itens da construção. A meta do presidente Giovanni Luigi é estrear no Campeonato Gaúcho, em 18 de janeiro, já no estádio.

Repasse para obras

Na última terça-feira (31), o Ministério da Fazenda autorizou o repasse de R$ 424 milhões do BNDES para Porto Alegre, para que a capita gaúcha quite parte de suas obras de mobilidade para a Copa do Mundo. Ainda segundo a Zero Hora, o dinheiro será liberado em janeiro e solucionará obras em avenidas e corredores de ônibus, que vinham sendo pagos com o caixa da própria prefeitura. Apenas duas das obras, porém, estarão prontas até a Copa do Mundo.

Tags: construtora, Copa, Mundo, obra, segundo

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.