Jornal do Brasil

Quarta-feira, 16 de Abril de 2014

Esportes

Vitória "extraordinária" do Raja emociona Blatter: venceram o futebol samba

Portal Terra

Joseph Blatter não economizou esforços para exaltar o impressionante feito do Raja Casablanca na noite de quarta-feira diante do Atlético-MG. Nesta quinta, em uma entrevista com membros do Comitê Organizador Local marroquino, o presidente da Fifa se rendeu à equipe africana, que derrotou o Atlético-MG por 3 a 1 e se classificou para a final do Mundial de Clubes.

“Foi um feito extraordinário que testemunhamos. Meu coração bateu forte, fiquei emocionado”, disse Blatter, que pareceu ter ficado tão em êxtase com a vitória do Raja que não conseguiu seguir uma linha clara de raciocínio ao falar sobre o tema. O suíço divagou bastante, encerrou o discurso e depois retomou o assunto para fazer mais colocações sobre a classificação da equipe marroquina.

A vitória do Raja foi importantíssima para a Fifa, que tem como um de seus pilares a meta de “sensibilizar o mundo”. O triunfo do Raja sobre o Atlético-MG teve uma repercussão enorme pelo planeta, não se limitando a jornais marroquinos e brasileiros. Mas Blatter não se esqueceu de que, por muito pouco, o time africano não foi eliminado logo na estreia da competição.

“Na primeira partida, contra o Auckland City, o placar de 2 a 1 só foi decidido nos minutos finais. Eles poderiam ter perdido e ninguém poderia se lembrar do Raja. E agora eles chegaram até final”, emendou Blatter, que não fez muito esforço para escapar dos clichês quando se referiu ao triunfo desta quarta sobre o Atlético-MG.

“Eles venceram um time cheio de estrelas do Brasil, do futebol samba, e jogaram muito, muito bem. Vimos um Raja fazendo o seu jogo, enquanto o futebol dos brasileiros não estava fluindo. Os marroquinos venceram por merecimento. Na final agora vamos ver. Será que eles vão parar o Bayern? Eu não sei. Eles não terão medo de pegar os campeões europeus. Será uma partida ótima”, concluiu.

Raja Casablanca e Bayern de Munique decidem o Mundial de Clubes às 17h30 (de Brasília) de sábado, no Grand Stade de Marrakech. No mesmo estádio, mas às 14h, o Atlético-MG disputa o terceiro lugar da competição com o Guangzhou Evergrande, da China.

Tags: clubes, derrota, Fifa, Galo, Mundial

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.