Jornal do Brasil

Domingo, 20 de Abril de 2014

Esportes

Vascaíno envolvido em pancadaria em SC é preso e dois estão foragidos

Portal Terra

Uma operação conjunta entre a Polícia Civil de Paraná, Santa Catarina e Rio de Janeiro, denominada "Cartão Vermelho", começou na madrugada desta quinta-feira nos três Estados e prendeu um integrante da Força Jovem: Tiago Almeida Rosa da Silva de Oliveira, 34 anos. Segundo as investigações, ele esteve envolvido na briga que paralisou o jogo entre Atlético-PR e Vasco, na Arena Joinville, no dia 8 de dezembro, pela última rodada do Campeonato Brasileiro.

No Rio de Janeiro, oito mandados de prisão foram expedidos, mas até o momento somente Tiago Oliveira acabou preso, por volta das 8h, em casa no bairro de Manguinhos. Os policiais estiveram também na residência de Bruno Pereira Ribeiro, o Bruno Fet, presidente da organizada Força Jovem, mas ele não foi encontrado e é considerado foragido, assim como Eduardo Almeida, também integrante da facção.

A polícia esteve nesta manhã de quinta na sede da Força Jovem, no centro do Rio de Janeiro, e depois foi até São Januário, sede do Vasco, em uma sala cedida pelo clube para a organizada atrás de documentos e informações que possam ajudar nas investigações.

De acordo com o advogado de Tiago Oliveira, Eduardo Piragibe, quem o procurou para defender o preso foi um amigo em comum, que também faz parte da Força Jovem. O advogado afirmou que o cliente trabalha com carteira assinada e acredita que seja réu primário, já que, segundo ele, "acabou de pegar o caso" e não teve acesso a ficha do torcedor.

Piragibe disse que já conversou com Tiago Oliveira e que ele está tranquilo, apesar de não entender a prisão, já que o mesmo afirmou que não participou da briga e que apenas se defendeu. Por isso o advogado vai alegar legítima defesa, que o cliente só se defendeu dos atleticanos.

"Apesar de tudo ele está tranquilo. Afirmou que não participou da briga, que apenas se defendeu. As imagens de televisão mostram ele na área destinada ao Vasco. Que ele aparece dando um soco em outro torcedor, mas que estava apenas se defendendo, já que diversos torcedores foram para cima dele", confirmou Piragibe, que afirmou que Oliveira teve prisão preventiva decretada.

"Óbvio que o que aconteceu no Sul teve muito excesso, mas ele não participou deles. Mas as imagens mostram que os vascaínos ficam indo para trás o tempo inteiro e os atleticanos para cima. Os verdadeiros culpados agora estão em casa", declarou o advogado. Ele se mostrou bastante preocupado com os prazos, já que por conta das festas de fim de ano o judiciário entrará em recesso.

Piragibe ainda não teve informações mais detalhadas do processo e não sabe exatamente por quais crimes Tiago Oliveira está respondendo e nem se será transferido para o Sul do País.

Tags: briga, feridos, joinville, Torcida, vasco

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.