Jornal do Brasil

Sábado, 19 de Abril de 2014

Esportes

Dirigentes negam virada de mesa do Flu: "regulamento é para todos"

Portal Terra

O caso que pode resultar no rebaixamento da Portuguesa à Série B do Campeonato Brasileiro no lugar do Fluminense, devido a uma suposta escalação irregular do meia rubro-verde Heverton na última rodada contra o Grêmio, movimenta os bastidores do futebol. Nesta quarta-feira, no fórum Footecon, no Rio de Janeiro, os dirigentes Rodrigo Caetano e Felipe Ximenes negaram que a situação seja uma tentativa de "virada de mesa".

"Pelo que pudemos observar, é a aplicação do regulamento, é para todos", disse Caetano, que foi executivo de futebol do Fluminense em 2013, mas não permanecerá para o próximo ano. "Se confirmar (o rebaixamento da Portuguesa), não vai ter benefício ao Fluminense ou qualquer outro clube, vai ser o regulamento sendo aplicado. E só por consequência o benefício ao Fluminense. Essa é a ordem".

Já Felipe Ximenes, que trabalhou no Coritiba até setembro e está próximo de ser anunciado como substituto de Caetano no Fluminense, afirmou que não se deve culpar o clube carioca caso ele permaneça na Série A por meios extracampo.

"Não podemos discriminar um grande que é beneficiado pela lei, nem proteger um pequeno que descumpra essa lei. Precisamos ter muito critério pra julgar isso, para não passar ao grande público uma questão que não é a questão levantada, como virada de mesa ou qualquer coisa do tipo", afirmou.

A CBF encaminhou denúncia ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) afirmando que Heverton não poderia ter entrado em campo contra o Grêmio no último domingo, por ter sido suspenso por duas partidas em julgamento realizado na sexta-feira. A Portuguesa se defende alegando que as punições só valem a partir do momento em que são publicadas em edital pela CBF, o que só ocorreu na segunda-feira.

Caso o STJD julgue que a defesa da Portuguesa não é válida, o time perderá quatro pontos - três previstos em regulamento e mais o ponto conquistado no empate por 0 a 0 contra o Grêmio -, o que rebaixaria os paulistas e salvaria o Fluminense da degola.

Tags: Brasileiro, Campeonato, futebol, Portuguesa, rebaixamento

Compartilhe:

Comentários

1 comentário
  • jorge rabelo

    Virada de mesa ou não. Coincidência ou não. Ocorrem com o Fluminense.
    Quem garante que o "dirigente", que está pulando fora da Portuguesa, não foi "convencido" a provocar a escalação irregular do jogador? A Lusa não precisava se arriscar dessa forma!

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.